Argentina amplia produção de soja


Agronegócio

Argentina amplia produção de soja

Por:
4 acessos

Assim como o Brasil, a Argentina está produzindo este ano safra recorde de soja, estimada em 33 milhões de toneladas, dois milhões acima da safra anterior. Desse total, 22 milhões serão esmagadas. "As receitas com exportações do complexo soja deverão atingir US$ 6,5 bilhões", prevê o presidente da Câmara da Industria de Óleos Vegetais da Argentina (Ciara), Raúl Padilla. Segundo ele, o aumento da produção argentina deveu-se sobretudo à expansão da área de cultivo.

Assim, Brasil e Argentina, juntos, estarão produzindo este ano quase 84 milhões de toneladas de soja. A grande oferta, no entanto, não deverá impactar para baixo os preços internacionais da soja e derivados, acredita Padilla, baseado na atual situação de baixos estoques mundiais. O ritmo de comercialização da nova safra argentina está lento, refletindo cautela dos produtores locais, diante do quadro de incertezas com a situação financeira do país, com a política cambial e as próximas eleições presidenciais na Argentina.

Padilla, que também é diretor da Bunge argentina, defendeu a necessidade de abertura dos mercados agrícolas, lembrando das fortes barreiras impostas sobre a comercialização externa de óleos vegetais.

A China, por exemplo, impõe tarifa de importação para o óleo de soja de 85%. Dentro do regime de cota, a tarifa é de 9%. No caso dos Estados Unidos, a alíquota é de 19% e na União Européia de 6,4%.


Atenção: Para comentar nesta página é necessário realizar o seu cadastro gratuíto ou entrar.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink