Argentina atualiza áreas de greening
CI
Imagem: Divulgação
CITROS

Argentina atualiza áreas de greening

Recentemente foram encontrados novos focos no país
Por: -Eliza Maliszewski

O Serviço Nacional de Saúde e Qualidade Alimentar e Agropecuária da Argentina (Senasa) atualizou o marco regulatório de seu Programa Nacional de Prevenção do HLB. A demarcação da situação das áreas foi publica no Diário da União argentino no começo deste mês.

A Resolução estabelece as áreas de aplicação do Programa, define os artigos regulamentados e as medidas de mitigação de riscos fitossanitários para a transferência de citros frescos e material de propagação hospedeiro do HLB e seu vetor, a fim de prevenir a doença mais grave que atinge este tipo de fruticultura em virtude da detecção de novos focos da doença nas províncias de Entre Ríos e Corrientes.

O Citrus Huanglongbing (HLB) mais conhecido no Brasil como greening ou amarelão do citros é considerada uma das principais doenças para a cultura. Causado por bactérias causa folhas amareladas e mosqueadas, comprometendo a longevidade e qualidade do pomar. No Brasil, o greening foi identificado em 2004 e afeta 18% dos estimados mais de 200 milhões de pés de laranja e outros citros cultivados nas principais regiões produtoras (São Paulo, Minas Gerais e Paraná).

Veja como ficou a delimitação no país vizinho:

Área livre de HLB e Diaphorina citri: Buenos Aires, Catamarca e Tucumán .

Área livre de HLB com presença de Diaphorina citri , áreas sem presença de Candidatus Liberibacter spp. e com a presença de Diaphorina citri em citros e / ou hospedeiros alternativos: Santa Fé, Salta, Chaco, Jujuy, Departamentos Capital, Concepción, Cainguás e San Pedro de Misiones, Entre Ríos com exceção do Departamento de Federación, Corrientes , exceto Departamentos Ituzaingó, Alvear, Monte Caseros e Bella Vista, Formosa , com exceção dos Departamentos Formosa e Pilcomayo e Santiago del Estero , com exceção do Departamento Banda.

Área de quarentena, aquelas áreas nas quais há detecções positivas da bactéria causadora da doença, Candidatus Liberibacter spp. , em Diaphorina citri ou plantas cítricas e / ou hospedeiros alternativos, e nos quais é necessária a aplicação de medidas de controle fitossanitário visando prevenir a propagação da doença: Iguazú, Eldorado, General Manuel Belgrano, Montecarlo, Guaraní, Libertador General San Martín, 25 de Mayo, San Ignacio, Oberá, Candelaria, Leandro N. Alem, San Javier e Apóstoles de Misiones Departamentos, Ituzaingó, Alvear, Monte Caseros e Bella Departamentos Vista de Corrientes, Departamento da Federação de Entre Ríos, Departamentos Formosa e Pilcomayo de Formosa e Departamento de Banda, Santiago del Estero .
 


Atenção: Para comentar nesta página é necessário realizar o seu cadastro gratuíto ou entrar.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink