Argentina lança sistema de monitoramento com semioquímicos
CI
Imagem: AAPPCE
DE OLHO NAS PRAGAS

Argentina lança sistema de monitoramento com semioquímicos

“Ferramenta inovadora” para atrair machos adultos (mariposas) de lepidópteros
Por: -Leonardo Gottems

A Argentina acaba de ganhar um sistema de monitoramento por armadilhas com semioquímicos com o objetivo de monitorar e antecipar tendências de momentos críticos de pressão de pragas agrícolas em lavouras extensivas. A chamada Rede de Armadilhas de Feromônios (TDF) é uma iniciativa da Associação Argentina para a Proteção Profissional de Culturas Extensivas (AAPPCE).

A Rede TDF é um sistema de coleta de dados baseado em capturas de lepidópteros em diferentes pontos produtivos da Argentina. A informação é gerida com protocolos desenvolvidos por parceiros AAPPCE. “Alguns destes protocolos também têm o aconselhamento de especialistas do CONICET (Conselho Nacional de Pesquisa Científica e Técnica da Argentina)”, destacam.

A Rede TDF possui armadilhas de feromônio específicas para Spodoptera frugiperda, Spodoptera cosmioides, Helicoverpa gelotopeon e Crysodeixis includens. De acordo com os responsáveis, todo o conhecimento gerado no âmbito da Rede TDF é gratuito e de consulta pública para que produtores e consultores possam tomar decisões sobre as principais pragas.

A AAPPCE explica que as armadilhas de feromônios são uma “ferramenta inovadora” para atrair machos adultos (mariposas) de lepidópteros. O equipamento é composto por um difusor e um funil. O difusor possui o feromônio que emite um odor que funciona como uma isca de atração sexual para a armadilha das mariposas de uma espécie específica. Essa delimitação permite identificar e contar facilmente os adultos.

“A Rede TDF agrega outras formas de monitoramento de lepidópteros; por exemplo, armadilhas luminosas, ao complementar informações sobre espécies de insetos de difícil captura por estes, como Spodoptera frugiperda”, concluem.


Atenção: Para comentar nesta página é necessário realizar o seu cadastro gratuíto ou entrar.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink