Argentinos querem milho tolerante ao alagamento
CI
Imagem: Pixabay
NOVIDADE

Argentinos querem milho tolerante ao alagamento

”Os testes de alagamento duraram aproximadamente duas semanas"
Por: -Leonardo Gottems

Após o desenvolvimento do trigo HB4 (tolerante à seca), a equipe coordenada pela diretora do Instituto de Agrobiotecnologia do Litoral (IAL), Raquel Chan, busca revolucionar a agricultura com um novo projeto. Nesse caso, na cultura do milho, alcançando tolerância do cereal ao encharcamento e desfolha. 

A história desse projeto começou em 2013 e foi muito parecida com a do HB4. Eles separaram os genes do girassol,  cultura altamente adaptável ao meio ambiente, com o objetivo de buscar entender como as plantas respondem às condições ambientais adversas. 

Nesse caso, eles separaram o gene HaHB11 (da mesma família do HB4) e o introduziram na planta Arabidopsis thaliana (seria como o camundongo de laboratório) e viram que a produção de biomassa e semente dobrou. Mas além desses dois benefícios, eles observaram que dava tolerância ao alagamento. Assim, analisando esses resultados, eles quiseram ir mais longe e buscaram se aventurar em plantas com interesse agronômico. 

Com esse carimbo,  Jesica Raineri , que pertence ao grupo de pesquisa e coordena esse trabalho específico, destacou que decidiram introduzir o gene em uma linha de milho que é pública e depois introduzi-lo nos híbridos que o INTA tem à disposição. Como ele comentou, o  alagamento é bastante comum no milho e afeta o sistema radicular, então com o gene, uma vez que o estresse passa, ele se adapta melhor e consegue gerar mais sementes. 

”Os testes de alagamento duraram aproximadamente duas semanas e foram feitos na fase V3 (quando a planta tem três folhas expandidas). Como a usina é muito grande, o alagamento não a afeta tanto quando está em estágios mais avançados ”, acrescentou Raineri sobre o momento preciso em que são realizados os testes, que também acompanhou o projeto com os especialistas Manuel Franco e María Otegui. 


Atenção: Para comentar nesta página é necessário realizar o seu cadastro gratuíto ou entrar.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink

Usamos cookies para armazenar informações sobre como você usa o site para tornar sua experiência personalizada. Leia os nossos Termos de Uso e a Privacidade.