MAIS UM PASSO

Arkansas ratifica proibição do Dicamba

Restrição ainda não é definitiva
Por: -Leonardo Gottems
171 acessos

O estado norte-americano do Arkansas, no sul do país, ratificou a proibição de aplicações agrícolas de produtos que contém Dicamba através da Junta de Plantas do estado durante uma consulta pública. As mudanças proibirão o uso entre Abril e Outubro. As regulações incluem exceções para os casos de pastagens, relva, plantas ornamentais, injeção direta para florestamento e uso doméstico. Essa regulamentação agora precisará ser aprovada por um subcomitê da Conselho Administrativo do Arkansas.

As mudanças da Junta em relação ao Dicamba foram assunto de comentários públicos que terminaram oficialmente no dia 30 de Outubro. Mais de 29 mil comentários foram enviados por e-mail, correio e fax. Trinta e sete indivíduos deram declarações públicas na condição de testemunha nesta quinta-feira (09.11).

No dia 12 de Dezembro, a Junta de Plantas vai receber uma consulta pública e um um encontro da Junta para considerar as mudanças no Ato de Regulações e Controle de Pesticidas do Arkansas, que estão na Lei No. 410. ACA 2-16-402 (b). As regulações propostas esclareceriam a habilidade da Junta de Plantas para requerer informações adicionais sobre um pesticida antes de que seja registrado para uso no estado norte-americano do Arkansas.

A polêmica surgiu porque alguns produtores de cultivos que não são soja e milho demandaram as empresas produtoras e distribuidoras do Dicamba por perdas em suas lavouras, o que levou inclusive ao governo federal a pedir que as empresas envolvidas façam restrições de uso nos rótulos dos produtos.

Atenção: Para comentar esse conteúdo é necessário ser cadastrado, faça seu cadastro gratuíto.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink