Arroba do boi gordo valendo mais na troca em Goiás

Boi

Arroba do boi gordo valendo mais na troca em Goiás

Oferta de animais de reposição em Goiás está conseguindo atender a demanda com certa folga, o que causou queda nos preços dos animais mais novos
Por:
124 acessos

A oferta de animais de reposição em Goiás está conseguindo atender a demanda com certa folga, o que causou queda nos preços dos animais mais novos. Na comparação mensal a cotação do bezerro desmamado (6@) caiu 1,6% e do bezerro de ano (7,5@) recuou 0,7%. Neste mesmo intervalo a pouca disponibilidade de boi gordo para o frigorífico gerou ajustes positivos para arroba, que subiu 1,2%. 

Frente a esta conjuntura de arroba “valendo” mais e a reposição “valendo” menos, o poder de compra do pecuarista melhorou na troca com estas categorias. A troca com o bezerro desmamado, por exemplo, saiu de 1,85 no começo do ano para os atuais 1,90, considerando o preço de venda de um boi gordo de 16,5@. Isto representa uma melhora de 3,0%. Mas para o pecuarista que quer comprar boi magro a relação de troca está pior. A cotação do boi magro subiu mais do que a cotação do boi gordo, diminuindo o poder de compra do invernista. 

Nos últimos 30 dias as chuvas foram bem distribuídas no estado, principalmente na região próxima à divisa com o sul de Mato Grosso, onde o acumulado chegou a 300mm. E para os próximos meses a previsão é de que as chuvas sigam acima da média histórica em grande parte do estado, o que tende a recuperar as pastagens e aumentar a procura por negócios no mercado de reposição.
 


Atenção: Para comentar esse conteúdo é necessário ser cadastrado, faça seu cadastro gratuíto.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink