Agronegócio

Arroz brasileiro: exportação é o foco das atividades do projeto Brazilian Rice

Ações contemplam a participação nas principais feiras mundiais deste segmento
Por:
511 acessos

A indústria brasileira do arroz passa por uma série de desafios em 2016, mas sua pauta de promoção comercial com vista às exportações está intensa, com bons prognósticos para os próximos meses. Há em curso uma importante agenda estratégica conduzida pelo projeto Brazilian Rice, uma iniciativa da Associação Brasileira da Indústria do Arroz (Abiarroz) e Agência Brasileira de Promoção de Exportações e Investimentos (Apex-Brasil) para o incentivo às vendas do cereal brasileiro no mercado internacional.
 
Conforme explica Gustavo Ludwig, gerente do Brazilian Rice, as ações contemplam a participação nas principais feiras mundiais deste segmento, produção de estudos de mercado, gestão sobre a vinda de compradores internacionais ao Brasil e elaboração de ações de comunicação. “Ainda no segundo semestre de 2016, há diversas atividades programadas com foco na geração de negócios. Este é um trabalho iniciado em 2013 e que tem mostrado resultados muito interessantes para as empresas participantes”, destaca. Segundo dados da Apex-Brasil, em 2015 as empresas apoiadas pelo Brazilian Rice tiveram desempenho 58% melhor em crescimento de exportações dos produtos apoiados pelo projeto (no caso arroz beneficiado) no comparativo com companhias que não participam da iniciativa. A desconcentração de destinos – um dos objetivos do Brazilian Rice – teve desempenho 26% superior para as empresas participantes do projeto em relação às não participantes.
 
Mesmo com dificuldades para as exportações em 2016 –  como o Real valorizado e a quebra de safra no Rio Grande do Sul –, bons resultados podem ser comemorados. Dois casos de sucesso são Peru e Estados Unidos, ambos mercados-alvo das  ações do Brazilian Rice. De janeiro a junho de 2016, as compras de arroz brasileiro pelo Peru cresceram 22,2% em dólares e 39,3% em toneladas em comparação com 2015. As importações dos Estados Unidos foram ainda maiores: alta de 128% em dólares e 324% em toneladas sobre as compras de arroz do Brasil em 2016 ante o mesmo período de 215.
 
Veja a agenda do Brazilian Rice para os próximos meses:
 
Americas Food and Beverage Show & Conference

De 26 a 27 de setembro
Miami – Estados Unidos
Três empresas brasileiras participando
 
Expoalimentaria
28 a 30 de setembro
Lima – Peru
Dez empresas brasileiras participando
 
Espacio Food & Service
27 a 29 de setembro
Santiago – Chile
Três empresas brasileiras participando
 
Sial Food Business
16 a 20 de outubro
Paris – França
Cinco empresas brasileiras participando
 
Projeto Comprador – rodadas de negócio com seis importadores internacionais, no Rio Grande do Sul
 
Produção de Estudos de Mercado – Colômbia e México
 
Vídeo Institucional Brazilian Rice – Lançamento em agosto
 

Atenção: Para comentar esse conteúdo é necessário ser cadastrado, faça seu cadastro gratuíto.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink