Arroz/CEPEA: Indicador tem leve alta, mas negócios seguem lentos

Agronegócio

Arroz/CEPEA: Indicador tem leve alta, mas negócios seguem lentos

Produtores afirmam que preço do arroz em casca ainda não cobre os gastos da safra
Por:
1497 acessos

Apesar da ligeira alta no Indicador do Arroz Cepea-Bolsa Brasileira de Mercadorias/BVMF nos últimos dias, produtores do Rio Grande do Sul consultados pelo Cepea seguiram vendendo apenas poucos lotes. Muitos afirmam que o preço do arroz em casca ainda não cobre os gastos da safra 2010/11. Do lado das indústrias, parte das unidades até demonstrou interesse de compra. Mesmo assim, muitos compradores têm receio de aumentar o valor da saca, alegando dificuldade de negociar o arroz beneficiado ao setor atacadista e varejista. Outras indústrias mantiveram-se retraídas – algumas unidades, inclusive, permaneceram fora de compra durante toda a semana. De modo geral, muitos compradores participaram dos instrumentos de política agrícola, como o Contrato de Opções e Prêmio de Escoamento de Produto (PEP). Diante desse cenário, a comercialização de arroz em casca continua bastante lenta no Rio Grande do Sul. O Indicador do Arroz Cepea-Bolsa Brasileira de Mercadorias/BVM&F (RS, 58 grãos inteiros) teve alta de 0,98% entre 6 e 13 de junho, fechando a R$ 19,42/sc de 50 kg na segunda-feira, 13. Na parcial de junho, o Indicador registra aumento de 0,99%.


Atenção: Para comentar esse conteúdo é necessário ser cadastrado, faça seu cadastro gratuíto.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink