Arroz pode substituir milho na ração animal no RS

Agronegócio

Arroz pode substituir milho na ração animal no RS

Secretário Mainardi se reuniu com representantes das cadeias produtivas do arroz, aves e suínos
Por:
1133 acessos
Secretário Mainardi se reuniu com representantes das cadeias produtivas do arroz, aves e suínos


Com excedente de produção registrado na última safra, o arroz poderá fazer parte da alimentação animal, especialmente de aves e suínos. A proposta foi discutida na tarde desta quarta-feira, na secretaria da Agricultura, com representantes das cadeias produtivas do arroz, aves e suínos, em reunião coordenada pelo secretário Luiz Fernando Mainardi. O cereal substituiria o milho, hoje importado pelo Estado.

O debate faz parte da busca de alternativas para ampliar o aproveitamento do arroz e influenciar no aumento dos preços. O baixo preço do grão provoca uma das piores crises que a lavoura orizícola já enfrentou. A análise da proposta ainda será aprofundada antes de ser levada ao governador Tarso Genro.

O Rio Grande do Sul importa de outros Estados cerca de um 1,5 milhão de toneladas de milho para a produção de rações, que poderia ser substituída por 1,8 milhão de toneladas de arroz para se obter a mesma produção. Em função dos estoques nacionais de milho estarem baixos e haver superprodução de arroz, o secretário Mainardi acredita que a medida resolveria dois problemas de uma vez: "Sob o ponto de vista técnico nutricional, a substituição de um pelo outro aponta uma equivalência. Vamos buscar encontrar uma equação econômico-financeira que permita viabilizar a substituição".

Atenção: Para comentar esse conteúdo é necessário ser cadastrado, faça seu cadastro gratuíto.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink