Artesanato em couro é opção de emprego e renda para os sertanejos

Agronegócio

Artesanato em couro é opção de emprego e renda para os sertanejos

Artesãos de Petrolina e região comemoram os números positivos no aumento da produção, das vendas e do faturamento.
Por:
353 acessos

Artesãos de Petrolina e região comemoram os números positivos no aumento da produção, das vendas e do faturamento. Capacitados pelo Serviço Nacional de Aprendizagem Rural em Pernambuco (SENAR-PE), no curso Artesão em Couro, os profissionais aprenderam a produzir novos artefatos, a reaproveitar matérias-primas, e a vender no comércio eletrônico. 

A iniciativa, resultado de parceria entre o SENAR, Sest Senat e Prefeitura, deu origem a Escola Municipal do Couro de Petrolina. O espaço é destinado a capacitações gratuitas e a confecção de acessórios como bolsas, carteiras e sandálias, entre outros artefatos. “Nosso objetivo é agregar valor comercial ao couro de bovinos e caprinos, estimulando o empreendedorismo nos artesãos”, frisou o supervisor pedagógico do SENAR - PE, Nivaldo Damasceno. Para isso, os alunos contam com orientações que vão desde o corte da peça até o acabamento final, o manuseio das máquinas e noções de empreendedorismo.

Responsável pelo módulo “Aplicação de adornos e produção de acessórios”, o artesão e instrutor Ivan Tavares ensina a produzir com o couro reaproveitado. As sobras, que antes seriam despejadas no lixo, são utilizadas pelos profissionais na confecção de diversos acessórios, como brincos, colares e pulseiras. “Estamos inovando, com a elaboração de artefatos econômicos e, ao mesmo tempo, sustentáveis, uma vez que os custos com materiais são baixos, se comparados a valorização do produto, além disso, o meio ambiente agradece”, destaca o instrutor.

Com a proximidade dos festejos juninos, a demanda só cresce. Os resultados são comprovados nos depoimentos dos participantes que concluíram mais um curso na última sexta - feira (10/6). Para a artesã Gilvani Mendes, a capacitação foi o maior investimento feito na carreira. “Além de estimular a criatividade, no curso, eu aprendi a explorar meu talento. Hoje, tenho um ateliê com o melhor da arte em couro, o que me concedeu um crescimento de 80% nas vendas e o prêmio Destaque de Ouro Mulher Empreendedora do Vale do São Francisco, na categoria Artefatos Nordestinos”, comemorou Gilvani.

Já Agda dos Anjos, conta que se descobriu profissionalmente graças à capacitação. “Acabei me revelando apaixonada por artesanato. E o SENAR foi fundamental nessa descoberta, porque eu nem imaginava que tinha dom para confecção. Agora, além de saber manusear tudo o que as máquinas podem oferecer, eu tenho conhecimento sobre as técnicas necessárias a elaboração de peças bem trabalhadas”, disse a artesã.

As inscrições para a próxima turma serão iniciadas a partir de julho. Maiores informações podem ser obtidas pelo telefone (81) 3312-8966 ou diretamente no Sest Senat, em Petrolina. A Escola do Couro fica na Rua das Pedrinhas, na Vila Eduardo.  

Atenção: Para comentar esse conteúdo é necessário ser cadastrado, faça seu cadastro gratuíto.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink