Associação Brasileira de Cafés Especiais cria certificação
CI
Agronegócio

Associação Brasileira de Cafés Especiais cria certificação

Por:

A Associação Brasileira de Cafés Especiais (BSCA), que congrega 54 empresários e produtores de café com foco na produção de grãos de qualidade superior, está implantando um sistema de certificação em quatro etapas, que deverá estar totalmente em vigor a partir de 2006. Segundo José Francisco Pereira, diretor da Agropecuária Monte Alegre, do município de Monte Belo, no sul de Minas Gerais, todos associados da BSCA obrigatoriamente precisarão estar adaptados às normas de certificação.

"Muitos já se anteciparam e estão aptos à certificação", diz o executivo da empresa. Pereira, que também é o presidente da BSCA, informa que a certificação é resultado de uma tendência no mercado por conta da exigência dos consumidores em obter informações precisas sobre os sistemas de produção de alimentos e matérias-primas.

Sistema de controle

"Trata-se da implantação de um sistema de gestão e controle da fazenda", afirma. Investir em qualidade é sempre vantajoso. Um exemplo é o prêmio pago aos cafés finos nos leilões anuais da BSCA feitos por meio da internet. No ano passado, os produtores venderam os cafés especiais na média a US$ 500 por saca, quando o mercado pagava no máximo US$ 40 pelos cafés comerciais. "Houve um lote que saiu a US$ 1.700".


Atenção: Para comentar nesta página é necessário realizar o seu cadastro gratuíto ou entrar.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink