Até agora, frango foi quem mais perdeu entre animais vivos
CI
Agronegócio

Até agora, frango foi quem mais perdeu entre animais vivos

Nos primeiros 28 dias de negócios de 2012, ontem completados, o frango vivo comercializado no interior de São Paulo apresentou redução de 23,68%
Por:
No período decorrido entre 2 de janeiro (primeiro dia útil de 2012) e 2 de fevereiro, frango, suíno e boi vivos registraram preços decrescentes sem exceção, o que é típico de todo princípio de ano e marca o início do período de safra da carne bovina, que se estende até, praticamente, a virada do primeiro semestre.


Mas o grande perdedor até aqui vem sendo o frango. O boi, por exemplo, só nesta semana sofreu breve refluxo de preços mas, cotado ontem a R$99,00/arroba, registra em relação ao preço inicial do ano recuo de apenas 1,98%.

A queda no preço pago pelo suíno foi mais significativa, já que a média alcançada logo no início do ano foi de R$59,50/arroba e agora se encontra em R$50,50/arroba. Mas a redução aí registrada, de 15,13% ainda se encontra sensivelmente aquém daquela experimentada pelo frango.


Nos primeiros 28 dias de negócios de 2012, ontem completados, o frango vivo comercializado no interior de São Paulo apresentou redução de 23,68%, perdendo 45 centavos de seu preço inicial.

No ano passado, em idêntico período, suíno e frango também enfrentaram perda de preço significativa. Mas, pelo menos para o frango, a redução foi bem mais moderada que a atual, de 9,5%. Já o suíno iniciou o segundo mês de 2011 com um preço 20,5% inferior ao do início do ano.




Atenção: Para comentar nesta página é necessário realizar o seu cadastro gratuíto ou entrar.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink

Usamos cookies para armazenar informações sobre como você usa o site para tornar sua experiência personalizada. Leia os nossos Termos de Uso e a Privacidade.