Atraso da nova safra de cana gera alta do álcool
CI
Agronegócio

Atraso da nova safra de cana gera alta do álcool

Por:

Os preços do álcool combustível deram um salto na semana passada, como reflexo da oferta ajustada provocada pelo atraso da colheita de cana da nova safra, a 2004/05. "As chuvas nas regiões produtoras estão interrompendo a colheita", afirmou Antonio de Pádua Rodrigues, diretor da União da Agroindústria Canavieira de São Paulo (Unica).

No início da semana passada, os preços do anidro saltaram de R$ 0,50 o litro para R$ 0,60. O hidratado passou de R$ 0,50 para R$ 0,62 (ICMS incluído), segundo levantamento da corretora IAB International Agribusiness.

No início desta safra, os estoques eram de 1 bilhão de litros de álcool. "As usinas foram se desfazendo de seus estoques, mas a reposição de volume é lenta porque a produção atual está atrasada", disse Rodrigues. A situação deve se normalizar em junho.

As distribuidoras já encontram dificuldades para comprar o combustível, segundo uma fonte do Sindicom (Sindicato Nacional das Empresas Distribuidoras de Combustíveis). Os reflexos do aumento de preços deverão ser sentidos nas bombas, segundo a mesma fonte.

Mesmo com o aumento dos preços do álcool, o combustível ainda está mais competitivo que a gasolina. Tradicionalmente os preços do álcool são 70% das cotações da gasolina. Atualmente, está em menos da metade.


Atenção: Para comentar nesta página é necessário realizar o seu cadastro gratuíto ou entrar.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink