Aumenta o temor chinês com a oferta de algodão

Agronegócio

Aumenta o temor chinês com a oferta de algodão

A indústria têxtil da China deverá consumir mais de 13 milhões de toneladas de algodão neste ano
Por:
6 acessos

A indústria têxtil da China deverá consumir mais de 13 milhões de toneladas de algodão ao longo deste ano, volume que, segundo a CCTA (associação que reúne as empresas do setor no país), aumenta o temor quanto a uma eventual escassez da matéria-prima no país.

Conforme a entidade, a produção chinesa de fios de algodão deverá crescer 1,5 milhão de toneladas e superar a marca de 20 milhões de toneladas em 2007. No ano passado, quando a colheita de algodão da China rendeu 6,73 milhões de toneladas, a produção local de fios de algodão atingiu 17,4 milhões de toneladas. Agora, como a produção doméstica deverá permanecer no mesmo nível, os chineses terão que ampliar as importações em um momento de cotações elevadas da commodity no mercado internacional.

Ontem, na bolsa de Nova York, os contratos com vencimento em outubro fecharam a 61 centavos de dólar por libra-peso, em baixa de 10 pontos, ao passo que os papéis para entrega em dezembro subiram 8 pontos, para 62,80 centavos de dólar por libra-peso.

O cenário de longo prazo também preocupe os chineses, segundo a agência oficial de notícias Xinhua. Isso porque a CCTA estima que a demanda das têxteis do país alcançará 24 milhões de toneladas de algodão em 2010, para uma produção de fios prevista em 36 milhões de toneladas. Até lá, a produção da China não deverá superar 7 milhões de toneladas.


Atenção: Para comentar esse conteúdo é necessário ser cadastrado, faça seu cadastro gratuíto.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink