Aumenta pressão no caso Fepagro

Agronegócio

Aumenta pressão no caso Fepagro

Por:
47 acessos
Representantes da Associação do Quadro de Funcionários da Fepagro (Asffe) partiram para a pressão política ao protocolar, ontem (10), junto à presidência da Assembleia Legislativa e às comissões de Agricultura, Cidadania e Direitos Humanos e Segurança e Serviços Públicos documento com denúncias sobre a Fepagro. Entre elas estão falta de condições de trabalho e contratação de uma empresa sem licitação. O grupo foi recebido pelo presidente da AL, Alexandre Postal, que se comprometeu a analisar o assunto. Já o presidente da Comissão de Agricultura, Ernani Polo, confirmou que, amanhã, será votado o requerimento para audiência pública prevista para o dia 23. Para Polo, o ideal seria uma audiência conjunta.


Desde que as denúncias se tornaram públicas, 19 servidores colocaram suas funções gratificadas à disposição e a Secretaria da Agricultura abriu sindicância. Márcia Lence, presidente da Comissão de Sindicância, informou que está verificando documentos e pretende instalar a comissão até sexta-feira. A presidente da Asffe, Valesca Gomes, reclama da constituição do grupo, formado por servidores da Seapa hierarquicamente abaixo dos diretores da Fepagro.
Atenção: Para comentar esse conteúdo é necessário ser cadastrado, faça seu cadastro gratuíto.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink