Aumento de doenças preocupa veterinários
CI
Agronegócio

Aumento de doenças preocupa veterinários

Por:
(REDEBOMDIA) - Você já ouviu falar em dirofilariose e erlichiose? Essas doenças de nomes esquisitos atacam cachorros e, em casos extremos podem levar a morte. Suas incidências vêm aumentando significativamente nos últimos anos, em todas as regiões do Brasil. De olho nisso, o grupo Pet Care de Hospitais Veterinários realiza um levantamento estatístico para detectar casos destas duas enfermidades. A dirofilariose é uma doença parasitária provocada por vermes cardíacos no cão. É transmitida por um mosquito que, ao picar um cão susceptível, lhe transmite a forma larvar deste parasita, que se aloja no coração e artérias pulmonares.


Já a erliquiose, também conhecida como doença do carrapato, é infecciosa severa causada por hemoparasita. É mais comum durante a infestação de carrapatos durante o inverno, já que os carrapatos se reproduzem mais em tempo seco. Como pode ser uma doença de progressão silenciosa e muitas vezes causam sintomas inespecíficos como outras doenças, quando o animal teve suspeita de contato com carrapato deve fazer o exame de sangue.

“Há 10 anos fizemos esse mesmo levantamento coletando mil amostras. O índice de positividade para dirofilariose foi de 0,1% enquanto de erlichiose foi de 4%. Agora acreditamos que os resultados serão diferentes”, comenta Carla Alice Berl, diretora Pet Care. O hospital coletará amostras de até mil cães – apenas os que os proprietários concordarem em realizar o exame - que será subsidiado pelo laboratório Idexx e o hospital.


A campanha não será exclusiva aos pacientes Pet Care. No caso de animais atendidos por outros profissionais, baste apenas o veterinário encaminhar aos hospitais do grupo, com uma requisição para a coleta do exame ou envio da amostra previamente coletada (soro) e devidamente refrigerada (4-7º C).

Os principais sintomas da dirofilariose são tosse, falta de ar, emagrecimento, cor escura da língua, intolerância ao exercício e, quando a insuficiência cardíaca já se instalou, pode ocorrer falência do fígado e dos rins, podendo surgir aumento de volume abdominal e líquido nos pulmões. A tosse geralmente é crónica.

Atenção: Para comentar nesta página é necessário realizar o seu cadastro gratuíto ou entrar.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink

Usamos cookies para armazenar informações sobre como você usa o site para tornar sua experiência personalizada. Leia os nossos Termos de Uso e a Privacidade.