Aumento do CO2 eleva produtividade do trigo
CI
Imagem: Paulo kurtz/ Embrapa
CLIMA

Aumento do CO2 eleva produtividade do trigo

Os pesquisadores cultivaram trigo em estufas em concentrações normais (400 partes por milhão; ppm) ou altas (700 ppm) de CO  2
Por: -Leonardo Gottems

Os níveis de dióxido de carbono (CO 2) atmosférico estão subindo, o que os especialistas preveem que pode levar a mais secas e temperaturas mais altas. Embora essas mudanças climáticas afetem negativamente o crescimento de muitas plantas, o aumento da disponibilidade de CO2  pode realmente ser vantajoso porque as plantas usam gases de efeito estufa para produzir alimentos por meio da fotossíntese. Agora, pesquisadores relataram no Journal of Agricultural and Food Chemistry da  ACS dizem que um nível muito mais alto de CO 2 poderia aumentar a produção do trigo, mas reduzir ligeiramente sua qualidade nutricional.

O trigo é uma das culturas mais importantes do mundo e sua farinha é utilizada como ingrediente principal em uma grande variedade de alimentos, como pães, massas e doces. Cientistas demonstraram anteriormente que o CO2  elevado pode aumentar a produção de trigo em detrimento das características de qualidade do grão, como nitrogênio e teor de proteína. No entanto, os cientistas ainda não conhecem toda a gama de mudanças na qualidade do grão que podem ocorrer em diferentes estágios de desenvolvimento do trigo ou os mecanismos bioquímicos por trás delas. Iker Aranjuelo e seus colegas queriam examinar os efeitos do elevado CO 2 no rendimento, qualidade e metabolismo do trigo durante a formação do grão e na maturidade.

Os pesquisadores cultivaram trigo em estufas em concentrações normais (400 partes por milhão; ppm) ou altas (700 ppm) de CO  2 . A equipe descobriu que o trigo cultivado sob altos níveis de CO  2  apresentou um rendimento 104% maior de grãos maduros. No entanto, o teor de nitrogênio do grão foi 0,5% menor nessas condições e também houve pequenas reduções no teor de proteínas e aminoácidos livres. Os pesquisadores usaram cromatografia gasosa e espectrometria de massa para analisar mudanças metabólicas em grãos em diferentes estágios de desenvolvimento. 
 


Atenção: Para comentar nesta página é necessário realizar o seu cadastro gratuíto ou entrar.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink