Aumento na produção e alta nos preços aquecem mercado agrícola

Agronegócio

Aumento na produção e alta nos preços aquecem mercado agrícola

O PIB da agropecuária chegou a 1,49% no acumulado do trimestre
Por: -Giuliano
1 acessos

A expansão de 2,9% da produção e o crescimento de 3,9% ao ano dos preços dos produtos aqueceram o mercado agrícola em 2007. O PIB da agropecuária cresceu 1% em março, se comparado a fevereiro, chegando a 1,49% no acumulado do trimestre, segundo dados da Confederação da Agricultura e Pecuária do Brasil (CNA) e Centro de Estudos Avançados em Economia Aplicada da Universidade de São Paulo (Cepea/USP). Somente a agricultura cresceu 0,95% no período, acumulando 1,7% nos três primeiros meses do ano. O crescimento do PIB da pecuária foi de 1% em março, acumulando 1,22% no trimestre. “Infelizmente este aumento de faturamento não corresponde a aumento de renda, pois o câmbio, a elevação nos custos e a precariedade da infra-estrutura corroem a lucratividade do produtor”, afirmou Ricardo Cotta Ferreira, superintendente técnico da CNA.

O PIB do agronegócio brasileiro também cresceu em março, chegando a 0,45% frente aos 0,14% do mês anterior. Desta forma, o PIB acumulado do trimestre atingiu 0,7% de crescimento. O desempenho favorável do mercado externo e a expansão do mercado interno foram decisivos para este desempenho. Segundo dados do Cepea, os preços em dólares dos produtos brasileiros de exportação tiveram aumento superior a 12% no último ano, assim como também cresceu o volume produzido no campo. “A apreciação do real tem impedido que este aumento nos preços internacionais chegue ao produtor”, afirmou Cotta.

O segmento industrial da agropecuária, no entanto, não acompanhou o ritmo de expansão registrado pela agropecuária e o agronegócio. Verificou-se um desaquecimento na atividade, que repetiu em março a mesma taxa de crescimento de 0,04% de fevereiro. Desta forma, o PIB do segmento acumula 0,2% de aumento no trimestre. Este desempenho se deve à queda verificada nos preços dos produtos das indústrias de açúcar e álcool, cujos resultados vinham sustentando o PIB industrial agrícola. A indústria processadora vegetal apresentou crescimento de 0,01% em março e 0,16% no ano, enquanto a indústria de processamento animal cresceu 0,22% em março, acumulando 0,38% nos três primeiros meses do ano. As informações são da assessoria de imprensa da CNA.

Atenção: Para comentar esse conteúdo é necessário ser cadastrado, faça seu cadastro gratuíto.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink