Avaliação de risco de plantas transgênicas terá metodologia

Agronegócio

Avaliação de risco de plantas transgênicas terá metodologia

Workshop teve como principal objetivo discutir e apresentar uma metodologia denominada Formulação de Problemas e Avaliação de Opções
Por: -Giuliano
14 acessos
O Workshop “Metodologias para avaliação de riscos de plantas geneticamente modificadas", incluindo as perspectivas social, ética e econômica, foi realizado na sede do CGEE (Centro de Gestão e Estudos Estratégicos), em Brasília (DF). Com duração de dois dias e contando com 30 participantes, o workshop teve como principal objetivo discutir e apresentar uma metodologia denominada Formulação de Problemas e Avaliação de Opções (PFOA), uma metodologia que pretende preencher uma lacuna na análise do processo de avaliação de risco das plantas geneticamente modificadas. A metodologia PFOA compõe-se de nove etapas de levantamento de informações, discussão e decisão divididas em quatro fases: formulação do problema; decisão inicial considerando a legislação nacional; avaliação das opções disponíveis para solução do problema; recomendações técnicas a ser encaminhada aos órgãos decisórios. Os participantes chegaram a conclusão de realizar um projeto piloto para aplicar a metodologia em pelo menos duas situações reais para o produto em fase inicial e em fase intermediária ou de pré-lançamento comercial. O projeto será elaborado no segundo semestre deste e vai se estender ao longo de 2008. Pesquisadores da Embrapa, pesquisadores e professores vão realizar o projeto piloto. Para saber mais sobre o assunto,
clique aqui.
Atenção: Para comentar esse conteúdo é necessário ser cadastrado, faça seu cadastro gratuíto.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink