Aves e ovos enfrentam desafios em relação aos preços dos grãos
CME MILHO (DEZ/20) US$ 4,170 (1,12%)
| Dólar (compra) R$ 5,59 (-0,36%)

Imagem: Pixabay

ATENÇÃO

Aves e ovos enfrentam desafios em relação aos preços dos grãos

O preço do milho está 65% maior e o de farelo de soja 69%. Os produtos avícolas tiveram variação de 24%.
Por: -Eliza Maliszewski
1395 acessos

A avicultura brasileira vem em alta neste ano. De janeiro a setembro o Brasil exportou 3,1 milhões de toneladas de carne de frango, registrando um avanço de 1,3% comparado com o mesmo período do ano passado. No faturamento, porém, um recuo de -12,1% atingindo a faixa de US$ 4,6 bilhões.

No Rio Grande do Sul, um dos três maiores produtores, a exportação atingiu 505,2 mil toneladas de carne de frango em nove meses, registrando crescimento de 24% comparado com volumes exportados no mesmo período do ano anterior. Em receita as exportações avícolas gaúchas atingiram um faturamento de US$ 687,2 milhões, registrando um crescimento de 7,7% também sobre igual período de 2019.

No comparativo setembro deste ano com setembro do ano passado, as exportações de carne de aves gaúchas registraram recuo de 7,5% em volumes, ou seja, 52,6 mil toneladas exportadas este ano contra 56,9 toneladas no ano passado  e recuo de  19,7 % em receita. “O quadro das exportações avícolas traz um certo alento para o setor, pois o cenário do mercado interno está retraído e com custos elevadíssimos, tal situação deverá provocar um realinhamento em nossa plataforma de produção e comercial.”...comentou Eduardo Santos, presidente executivo da Associação Gaúcha de Avicultura (ASGAV/SIPARGS).

Ainda de acordo com a Asgav o comportamento mostra recuperação das perdas de 2019 mas o preço dos grãos valorizados requer cautela do setor, tanto em carne quanto ovos. A entidade sugere um replanejamento para evitar perdas. O preço do milho está 65% maior e o de farelo de soja 69% de alta em 12 meses. Enquanto isso os produtos avícolas tiveram variação bem abaixo, de 24%.

As exportações de ovos não seguem mesmo caminho da carne de frango e registram queda de 46,5% neste período apurado de 2020 comparado com o mesmo período do ano anterior, ou seja, 1,053 toneladas exportadas esse ano contra 1,968 toneladas de ovos exportadas no mesmo período de 2019, seguido por queda na receita cambial  de 38%.
 

Anúncios que podem lhe interessar


Atenção: Para comentar nesta página é necessário realizar o seu cadastro gratuíto ou entrar.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink