Aves e suínos serão tema de debates em Salvador

Agronegócio

Aves e suínos serão tema de debates em Salvador

O II Simpósio Regional da Avicultura e Suinocultura e II Encontro de Agroindústrias Avícolas e Suinícolas da Bahia acontecem de 02 a 04 de setembro
Por: -Janice
346 acessos

Com expectativa de repetir e superar os resultados da primeira edição, realizada no ano passado, a Associação Baiana de Avicultura (ABA) e a Associação Baiana de Suinocultura (ABS) promovem de 02 a 04 de setembro de 2009 o II Simpósio Regional da Avicultura e Suinocultura e II Encontro de Agroindústrias Avícolas e Suinícolas da Bahia. Os eventos simultâneos serão realizados no Hotel Pestana, na capital Salvador, e vão discutir, além das questões de manejo e inovação tecnológica das duas culturas, oportunidades de mercado e temas da agenda atual dos noticiários, como a gripe A (H1N1) equivocadamente chamada de “gripe suína”, que, assim como alguns anos atrás a Gripe Aviária, está causando sérios prejuízos à produção suinícola.

Participam do Simpósio e do Encontro representantes dos produtores de aves e suínos, da indústria de insumos e frigoríficos, pesquisadores e técnicos de entidades de pesquisa, extensão e ensino, além de representantes do Governo do Estado, através da Agência de Defesa Agropecuária da Bahia (Adab) e Governo Federal, representado pelo MAPA/Conab.

Aves e suínos constituem-se hoje em dois dos principais itens da produção e da pauta de exportação do complexo carnes no Brasil. Na Bahia, a preocupação dos criadores é organizar ainda mais as cadeias produtivas das duas culturas e incorporar tecnologias para aumentar ainda mais a produtividade nas granjas. “Essas duas atividades vêm evoluindo exponencialmente nos últimos anos. Hoje dizemos que um frango traz em si mais tecnologia embarcada do que carne”, diz o presidente da ABA, Marcelo Plácido Correia.

“Vamos discutir também a questão das novas formas de tratamento das doenças e conhecer os exemplos de sucesso do cooperativismo no Brasil. O sistema de cooperativas pode ser muito eficaz para ajudar a incrementar as exportações baianas”, diz o coordenador executivo do Simpósio, Guilherme Vieira. “Já somos zona livre da doença de New Castle”, reforça o coordenador.

Comercialização

Dentre os painéis do Simpósio, está o relacionado à produção de grãos e às oportunidades de negócios na região Oeste da Bahia, que terá representantes da Companhia Nacional de Abastecimento (Conab), Associação de Agricultores e Irrigantes da Bahia (Aiba) e da Cooperativa Agropecuária Oeste Bahia (Coproeste).

Com 180 mil hectares cultivados de milho na safra 2008/09, e um estoque de 1,2 milhão de toneladas do cereal ao custo de cerca de R$17 a saca, o Oeste da Bahia é estratégico para as produções avícola e suinícola. Hoje, o milho representa cerca de 40% do custo de produção de aves e suínos e diminuir as distâncias entre a fonte da matéria prima de alimentação animal e as granjas é uma das chaves da sustentabilidade.

Após os pronunciamentos, os palestrantes debaterão a comercialização de grãos, as perspectivas da produção com interação com as atividades pecuárias e os mecanismos de comercialização para sustentação de preço mínimo do MAPA.

As inscrições já estão abertas e devem ser realizadas no site www.gt5.com.br . As informações são da assessoria de imprensa da Associação Baiana de Avicultura (ABA) e a Associação Baiana de Suinocultura (ABS).


Atenção: Para comentar esse conteúdo é necessário ser cadastrado, faça seu cadastro gratuíto.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink