Azul estima retorno em Passo Fundo só em fevereiro
CME MILHO (DEZ/20) US$ 3,632 (-0,49%)
| Dólar (compra) R$ 5,53 (-0,43%)

Imagem: Pixabay

OPERAÇÕES

Azul estima retorno em Passo Fundo só em fevereiro

Enquanto isso os clientes ficam com opções mais limitadas de voo
Por:
188 acessos

Com a demora para o início das obras no aeroporto de Passo Fundo pela empresa vencedora da licitação, a Azul planeja retomar suas operações na cidade apenas em fevereiro do ano que vem. A volta dos voos regulares da companhia, no entanto, está sujeita ao início da restauração do pavimento da pista ainda até novembro.

"Quando em junho divulgamos nota condicionando nosso retorno ao início do projeto de recapeamento definitivo da pista, os primeiros passos foram dados, mas o projeto parou novamente. Hoje, por mais que seja o nosso desejo, voltar a voar em Passo Fundo não traz eficiência à nossa operação, já que retomaríamos as frequências e logo precisaríamos interrompê-las para as obras.

Enquanto isso, infelizmente, os clientes ficam com opções mais limitadas de voo e apenas uma companhia operando no terminal, aumentando o preço dos bilhetes. Aguardamos ansiosos pelo início das obras e pela fidelidade ao calendário de reformas, para que possamos voltar à cidade no início do ano que vem, conectando o interior gaúcho a toda a malha nacional e internacional da Azul", afirma Marcelo Bento Ribeiro, diretor de Relações Institucionais da Azul.

Antes da pandemia, Passo Fundo respondia por, em média, três voos diários da Azul, que movimentavam cerca de 13000 Clientes ao mês.


Atenção: Para comentar nesta página é necessário realizar o seu cadastro gratuíto ou entrar.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink