BA: MDA e Embrapa realizam curso sobre Boas Práticas de Fabricação

Agronegócio

BA: MDA e Embrapa realizam curso sobre Boas Práticas de Fabricação

Curso será realizado de 6 a 9 de junho, em Irecê
Por:
1385 acessos
A secretaria da Agricultura Familiar do Ministério do Desenvolvimento Agrário (SAF/MDA) em parceria com a Embrapa Agroindústria de Alimentos do Rio de Janeiro, realizam, de 6 a 9 de junho, em Irecê (BA), o Curso de Boas Práticas de Fabricação (BPF). Esta é a 35ª edição do curso, que tem o objetivo de capacitar através de aulas teóricas e práticas técnicos do setor público e privado para prestarem assistência técnica à agroindústrias familiares sobre garantia da qualidade de alimentos processados.


Coordenado pela Embrapa Agroindústria de Alimentos do Rio de Janeiro, o curso foi criado para capacitar os técnicos e torná-los em agentes multiplicadores em BPF. Após serem treinados, esses agentes vão levar aos técnicos da extensão rural que trabalham com agricultura familiar as normas aprendidas no treinamento, ligadas a higiene e sanificação dos alimentos processados, evitando os riscos de contaminação, perdas ou depreciação dos produtos.

De 2006 a 2010, já foram contemplados 21 estados com 31 cursos em BPF e capacitados, aproximadamente, 817 agentes multiplicadores. Em 2011, o MDA e parceiros realizaram 5 cursos, e capacitaram cerca de 150 agentes multiplicadores. A previsão é realizar mais seis cursos ainda este ano, que beneficiarão em média 330 agentes multiplicadores.


Material didático

Devido a escassez de material adequado para apoio didático aos técnicos capacitados, em 2006, pesquisadores da Embrapa, instituições de pesquisa e universidades, elaboraram o Manual de Boas Práticas de Fabricação (BPF). Revisado pelo MDA, o manual contém recomendações básicas para a aplicação das boas práticas agropecuárias e de fabricação na agricultura familiar. A partir desse material, com toda parte conceitual e metodológica dos cursos, são elaboradas apostilas em BPF para seres distribuídas aos agentes multiplicadores em treinamento.

Esse material é utilizado para instruir os técnicos que atuam nas agroindústrias a adotarem procedimentos preventivos como forma de evitar a contaminação dos alimentos nos ambientes onde são processados. Dos estados contemplados com os cursos, conseguiu-se a contrapartida necessária em recursos financeiros, instalações e materiais necessários ao cumprimento de uma programação que envolve exercícios de cunho teórico e práticos dentro das agroindústrias.


Programação do curso

O curso de Irecê é direcionado, especificamente, para técnicos multiplicadores do município e de seu entorno envolvidos com agroindústria familiar. Nas aulas, serão abordados temas ligados a fiscalização e vigilância alimentar, princípios de microbiologia de alimentos, boas práticas de transporte e armazenagem, rotulagem nutricional de alimentos, entre outros temas.

A programação inicial dos cursos é feita no ano anterior ao de sua realização pela Rede Temática de Agroindústria e Assistência Técnica e Extensão Rural (Ater), em conjunto com todos os parceiros do Programa de Agroindústria da SAF/MDA.

Para mais informações sobre o curso, os interessados devem acessar o site: http://www.ctaa.embrapa.br, ou entrar em contato por meio do telefone (21) 3622.9600.

O evento conta com a parceria da Prefeitura de Irecê (BA), da Empresa Baiana de Desenvolvimento Agropecuário (EBDA/BA), da Agência Estadual de Defesa Agropecuária da Bahia (ADAB/BA), do Centro Territorial de Educação Profissional de Irecê (CETEP/BA).


Atenção: Para comentar esse conteúdo é necessário ser cadastrado, faça seu cadastro gratuíto.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink