Bahia instala laboratório para controlar a mosca-das-frutas

Agronegócio

Bahia instala laboratório para controlar a mosca-das-frutas

A instalação da unidade integra uma série de atividades referentes à implantação
Por:
1 acessos

Com o apoio do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento, o Governo da Bahia inaugurou hoje (06/04), no município de Livramento (sudoeste do estado), um moderno Laboratório destinado a combater e erradicar uma das principais pragas que atingem a fruticultura no mundo - a mosca-das-frutas. A instalação da unidade integra uma série de atividades referentes à implantação do “Projeto Piloto para Uso de Moscamed Estéril” e marca o início das ações da Biofábrica Moscamed Brasil no controle populacional dessa praga.

A criação de uma estrutura laboratorial para estudo dos insetos, que inicialmente serão importados da Biofábrica de Mendonza, na Argentina, é de grande importância no processo de adaptação da técnica ao semi-árido da região Nordeste do Brasil, explica o diretor geral da Agência de Defesa Agropecuária da Bahia (Adab), Luciano Figueiredo. Segundo ele, cerca de 150 milhões de insetos estéries serão importados no período de maio a dezembro deste ano.

“Estamos instalando este laboratório em Livramentro de Nossa Senhora por se tratar do segundo maior pólo produtor de frutas do estado da Bahia, com 317 produtores e mais de dois mil hectares, cujas mangas já estão sendo exportadas para diversos países, inclusive o Japão”, ressalta o diretor. Ele lembrou que em Juazeiro (Ba), às margens do Rio São Francisco, principal pólo de fruticultura do Nordeste, está em implementação também o projeto da Biofábrica para a produção da mosca do mediterrâneo que vai controlar a praga nas principais áreas de frutas no País.

São parceiros do projeto em Livramento, a Embrapa Mandioca e Fruticultura, o Centro de Energia Nuclear na Agricultura (Cena), o Instituto Biológico da Universidade de São Paulo (IB-USP), o Ministério da Ciência e Tecnologia, a Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado da Bahia, através da Secretaria da Agricultura do Estado, além de prefeituras da região e entidades ligadas ao setor privado.


Atenção: Para comentar esse conteúdo é necessário ser cadastrado, faça seu cadastro gratuíto.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink