Bahia vai implantar 12 mil cisternas em nove cidades do semiárido baiano

Agronegócio

Bahia vai implantar 12 mil cisternas em nove cidades do semiárido baiano

Cada um dos 21 mil reservatórios tem capacidade para armazenar 16 mil litros de água
Por:
533 acessos
Cada um dos 21 mil reservatórios tem capacidade para armazenar 16 mil litros de água

Para fortalecer as ações de convivência com a seca, estão sendo implantadas, por meio do Programa Água para Todos, 12 mil cisternas de polietileno em nove municípios do semiárido baiano. A iniciativa é resultado de um convênio assinado entre o Ministério da Integração Nacional e a Companhia de Desenvolvimento e Ação Regional (CAR), no valor de R$ 23 milhões.


O primeiro município contemplado com a ação é Euclides da Cunha, localizado a 311 quilômetros de Salvador. O transporte das mais de duas mil cisternas, que têm capacidade de armazenar 16 mil litros de água, já foi iniciado e as famílias contempladas estão sendo capacitadas quanto ao uso do reservatório. Para que seja garantida a boa qualidade da água, a capacitação oferece informações sobre instalação, funcionamento e limpeza das cisternas.


A moradora da comunidade de Araçás, Nívia dos Santos, 28 anos, foi uma das primeiras a receber a cisterna de polietileno. Ela contou que antes buscava água em outras localidades. "Tenho três filhos pequenos e, às vezes, eles ficavam com os vizinhos para que eu pudesse ir atrás de um balde de água. Agora, vou ter descanso e mais tempo com as crianças."


Próxima etapa
– Os municípios de Canudos, Nordestina, Cícero Dantas, Fátima, Maracás, Crisópolis, Jequié e Santa Terezinha serão os próximos contemplados com a ação, que conta com a parceria do Departamento Nacional de Obras Contra a Seca.

Segundo o secretário da Casa Civil, Rui Costa, que coordena na Bahia as ações de convivência com a seca, a efetivação deste convênio possibilita a democratização do acesso à água. "Além de obras estruturantes, o governo viabiliza intervenções de menor porte, mas de grande importância, permitindo às famílias condições de convivência com o clima do semiárido."


Atenção: Para comentar esse conteúdo é necessário ser cadastrado, faça seu cadastro gratuíto.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink