Baixa do frango vivo prossegue em Minas Gerais

Agronegócio

Baixa do frango vivo prossegue em Minas Gerais

semana e foi comercializado por R$1,70/kg, mesmo valor que registrou, por curto período, em maio deste ano. Com a nova queda, a redução acumulada pelo produto em Minas no curto espaço de um mês (R$2,10/kg em 12 de julho de 2009) é de 19%
Por:
181 acessos
Ontem, o frango vivo comercializado em Minas Gerais sofreu a segunda baixa consecutiva da semana e foi comercializado por R$1,70/kg, mesmo valor que registrou, por curto período, em maio deste ano. Com a nova queda, a redução acumulada pelo produto em Minas no curto espaço de um mês (R$2,10/kg em 12 de julho de 2009) é de 19%. No interior paulista, o preço do frango vivo permaneceu estável por mais um dia em R$1,60/kg.
Comentando a baixa de 10 centavos ocorrida entre os produtores mineiros em dois dias, integrantes do setor observam que, em comparação a São Paulo, o Estado possui um número proporcionalmente menor de abatedouros. Assim, até mesmo uma simples parada técnica (para manutenção dos equipamentos, por exemplo) é suficiente para derrubar o mercado.

Porém, não é esse o caso no momento, pois o que ocorre é um forte descompasso entre demanda (sem dúvida aquém do normal) e oferta (também sem dúvida, excessiva até mesmo para uma demanda normal). O que, ressalte-se, não é exclusividade mineira, pois se repete igualmente em São Paulo onde ontem (palavras da Jox Assessoria Agropecuária) “as ofertas continuaram folgadas” e, a despeito do preço estável há 15 dias, houve “relatos de fechamentos esparsos a valores favorecidos para os compradores”.

Traduzindo, nada impede que o próximo recuo seja registrado no interior paulista. A questão,agora, é saber até onde?
 


Atenção: Para comentar esse conteúdo é necessário ser cadastrado, faça seu cadastro gratuíto.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink