Banco permite crédito farto para irrigação em sistemas inteligentes

Crédito

Banco permite crédito farto para irrigação em sistemas inteligentes

Um dos grandes problemas do agronegócio hoje é a falta de crédito
Por:
176 acessos

A oferta de crédito facilitado por meio de banco de fábrica deve turbinar a comercialização de sistemas de irrigação sustentáveis e de alta tecnologia em 2018. A projeção é da empresa israelense especializada em equipamentos de irrigação por gotejamento Netafim, que anunciou ontem (30/4), durante a Agrishow 2018, em Ribeirão Preto (SP), parceria com o banco holandês DLL para criação do NetaFinance. A meta, explica o CEO da Netafim para o Mercosul, Alexandre Gobbi, é que a parceria ajude a empresa a atingir a meta de expansão de 20% em negócios neste ano.  Atualmente, 20% das vendas da Netafim são realizadas por financiamento via Finame. Com o início das operações do DLL, a expectativa é que o NetaFinance concentre sozinho 10% dos negócios já no primeiro ano de trabalho. “DLL e Netafim são parceiros no México, Estados Unidos e Itália. No Brasil, iniciamos o projeto agora com o compromisso de que se torne o maior em volume de negócios entre os países onde há operações conjuntas”, salientou o superintendente comercial do DLL, José Luís Campos.

Segundo Gobbi, um dos grandes problemas do agronegócio hoje é a falta de crédito. “O produtor tem intenção de investir em tecnologia, mas, infelizmente, o Brasil tem uma limitação muito grande. Ao desenvolver novas soluções que ajudem esse produtor a experimentar tecnologias, não tenho dúvida que o NetaFinance será uma alavanca para o setor. Precisamos tornar o uso da água cada vez mais sustentável”. E pontuou que, apesar de o Brasil estar muito evoluído no que diz respeito à tecnologia de sementes e na área química, ainda há grande atraso em relação à gestão dos recursos hídricos. “As pessoas pensam na horizontal. Se querem produzir mais, compram mais terra. Agora, com terras mais caras, para crescer é preciso pensar verticalmente. E só se cresce verticalmente com tecnologia”, completou Gobbi, lembrando que irrigar é como fazer um seguro da produção.

A Netafim detém 14,6% do mercado de irrigação brasileiro e trabalha com sistemas de irrigação por gotejamento. A tecnologia reduz tanto o uso de água quanto de energia elétrica em até 30%. Além disso, o emprego de nutrirrigação (dissolução de químicos na água empregada) eleva a disponibilidade de nutrientes para as plantas, contribuindo com a produtividade por hectare. Segundo cálculos da Netafim, a implantação do sistema em uma área de cafezais, por exemplo, paga-se em apenas uma safra. Processo que para os grãos ocorre em cinco ciclos.

Vantagens ao cliente

O conceito do NetaFinance está baseado em mais agilidade e menos burocracia para aprovação de crédito. Atualmente, explica a diretora da Netafim Adriana Candido, os financiamentos dos projetos são aprovados em cerca de 60 dias, prazo que espera reduzir para 30 dias com o banco de fábrica.

Presente ao encontro, o presidente da unidade global de Agronegócios do DLL, Rod Versteegh, reforçou a possibilidade de grande expansão do setor e o desafio de trilhar um caminho rumo a fazendas mais especializadas e que utilizem mais tecnologia.

Atenção: Para comentar esse conteúdo é necessário ser cadastrado, faça seu cadastro gratuíto.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink