BASF alerta para a importância do tratamento de sementes de soja

Agronegócio

BASF alerta para a importância do tratamento de sementes de soja

Produto oferece melhor germinação, vigor de sementes e desenvolvimento de plântulas
Por:
941 acessos

Standak®Top blinda as sementes contra as principais pragas e doenças
Produto oferece melhor germinação, vigor de sementes e desenvolvimento de plântulas

Para ter uma lavoura de soja produtiva e rentável é preciso levar em conta diversos fatores, desde a escolha de insumos até o manejo correto no campo. Nesse sentido, o agricultor deve estar atento na hora de escolher sementes certificadas e de qualidade, já que são essenciais para alcançar bons resultados.

Além de sementes com boa germinação e alto vigor, a BASF recomenda que seja feita a proteção do potencial genético das sementes, blindando-as com um tratamento eficiente e completo para evitar danos provocados pelas pragas e doenças. O potencial de perda de produtividade de uma semente não protegida pode variar entre 10% e 40% e está diretamente relacionado à intensidade da incidência de pragas e doenças, além da época e condições que o plantio é realizado.

Para assegurar lavouras bem estabelecidas e produtivas, a BASF oferece aos produtores rurais o Standak®Top, líder em tratamento de sementes na cultura de soja. O produto tem funções múltiplas e complementares no seu efeito inseticida e fungicida, blindando as sementes contra o ataque de pragas e doenças de solo que interferem no processo de germinação e plântulas em desenvolvimento. A solução é a única no mercado com três princípios ativos distintos e eficiente no manejo de pragas como lagarta elasmo, coró e tamanduá-da-soja, além de importantes doenças que atacam as sementes e plântulas. 

“O Standak®Top permite a máxima expressão do potencial genético das sementes, além de oferecer maior tolerância ao estresse hídrico e a nematoides. Propicia uma melhor germinação, vigor de sementes e desenvolvimento de plântulas além de estimular suas defesas naturais”, destaca Fernando Arantes, gerente sênior de Biotecnologia e Tratamento de sementes da BASF.

O título de maior produtividade de soja no Brasil conquistado pelo produtor rural João Carlos da Cruz, no prêmio promovido pelo CESB, se deve, também, ao tratamento de sementes com Standak®Top que permitiu o controle de doenças e pragas de solo e evitou perdas durante a implantação e estabelecimento da cultura.

“Para alcançarmos o rendimento de 120 sacas de soja por hectare na safra 2015/16, contamos com o apoio e orientação da equipe BASF antes, durante e depois, utilizamos produtos BASF extremamente eficientes contribuindo para atingirmos a sustentabilidade da produção de soja”, comemora o produtor rural João Carlos da Cruz. 

Atenção: Para comentar esse conteúdo é necessário ser cadastrado, faça seu cadastro gratuíto.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink