Agronegócio

BASF realizou palestra sobre Helicoverpa

Basf realizou palestra com a finalidade de orientar o produtor sobre a nova praga das lavouras brasileiras
Por:
2250 acessos
Considerada a mais nova e perigosa praga das lavouras brasileiras de soja milho, algodão, sorgo (milheto) e feijão, a Helicoverpa – uma nova espécie de lagarta – está assustando produtores e pesquisadores de todo o país, incluindo do Ministério da Agricultura Pecuária e Abastecimento (MAPA), que segundo o seu representante (palestrante e pesquisador), Vanderlei Dias Guerra, já está se mobilizando e reunindo uma força tarefa, para fazer frente a essa nova ameaça.


Com essa finalidade de orientar o produtor, a Basf realizou em Chapadão do Sul, uma palestra com o pesquisador Luiz Barbosa Kasuya, profundo conhecedor do problema e que vem trabalhando em pesquisas de combate a lagarta.

Kazuya afirmou que objetivo neste momento é estabelecer parcerias com instituições de pesquisas, produtores, consultores técnicos, para criar uma rede de informações onde, através da captura e monitoramento compartilhados desse animal, será possível a troca de informações sobre os hábitos, ciclo de vida e comportamento da nova praga, para então estabelecer um programa e metas de controle e combate a praga.

“A Helicoverpa apresenta um apetite voraz e uma predileção por diversas culturas como Soja, Sorgo, Milho, e feijão ela é tão feroz que é capaz de perfurar um copo de plástico descartável”. Afirmou o palestrante.

Para o pesquisador Kazuya, o mais importante é que o produtor passa a fazer constantemente um monitoramento em sua lavoura e se perceber a presença da mariposa é sinal que o perigo esta perto. Descobrindo estes fatores, a lavoura tem que ter um monitoramento constante e uma das melhores formas de combater a Helicoverpa é no seu primeiro estagio de vida, assim que sair do ovo.


Após a palestra a equipe técnica da Basf, formada por Alfredo Martini, Giuliano Villa, Alexandre Costa e Vinicius Torres fizeram apresentação de seu portfólio e também das novas soluções da BASF, entre os defensivos citados a equipe Posicionou o PIRATE, molécula inovadora para o controle de todas as lagartas, inclusive a Palestra da Basf sobre Helicoverpa.

Ao final da palestra, foram apresentados dois (2) sistemas de auxilio de na lavoura, o AgroDetecta, ferramenta de monitoramento climático e o DIGILAB, a ferramenta par auxiliar na identificação de pragas e doenças. O encerramento foi com um jantar oferecido pela BASF.
Atenção: Para comentar esse conteúdo é necessário ser cadastrado, faça seu cadastro gratuíto.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink