Agronegócio

Bayer lança fungicida para controle da ferrugem da soja

O Atento foi desenvolvido a partir de um importante ingrediente ativo do grupo dos triazóis
Por: -Redação
118 acessos

A Bayer CropScience traz aos sojicultores brasileiros o primeiro produto para tratamento de sementes voltado ao controle da ferrugem asiática na cultura da soja. Trata-se do Atento, um fungicida desenvolvido a partir de um importante ingrediente ativo do grupo dos triazóis e que pode ser uma boa alternativa para melhorar os resultados obtidos com o manejo desta doença que tem causado muitos prejuízos aos sojicultores brasileiros.

Entre os diferenciais do novo produto está a ação sistêmica, que viabiliza a absorção do fungicida pelas raízes, proporcionando mais proteção à planta na fase inicial do seu desenvolvimento. O tratamento de sementes na cultura da soja com o novo fungicida da Bayer CropScience possibilita a proteção da parte inferior da planta, que é a região mais úmida e, por isso, mais propensa ao desenvolvimento de fungos.

“O tratamento de sementes é a ferramenta ideal para a obtenção dos melhores resultados na primeira aplicação foliar e fundamental para o sucesso do manejo da doença. Por isso, o Atento maximiza o resultado da aplicação dos fungicidas foliares e propicia resultados superiores, mesmo em condições climáticas adversas”, explica o gerente de Tratamento de Sementes da Bayer CropScience, Mauro Alberton.

O Atento foi testado nas principais regiões produtoras de soja no Brasil. As áreas tratadas com Atento e manejadas com fungicidas foliares apresentaram um controle mais efetivo da ferrugem da soja, folhas mais sadias, o que resultou na proteção da produtividade.

“O Atento chega ao mercado no momento em que o agricultor percebe que a ferrugem da soja precisa ser manejada com todas os mecanismos disponíveis, entre elas vazio sanitário, época adequada de plantio e uso planejado de fungicidas. Atento é, com certeza, uma ferramenta que trará muitos benefícios ao sojicultor brasileiro, proporcionando um manejo diferenciado e otimizado para o controle da ferrugem da soja, se comparado a outros tratamentos já existentes", destaca Alberton.

O novo funcidida é o único produto neste segmento e vem para integrar o portfólio mais completo do mercado para o manejo das doenças da soja. Sua utilização deve ser complementada com o uso de fungicidas foliares, seguindo as recomendações oficiais. Vale lembrar que o uso de ferramentas adequado e o acompanhamento constante das plantações, como preconiza a pesquisa brasileira, proporcionará lavouras de soja mais saudáveis e mais produtivas, trazendo maior rentabilidade ao sojicultor.

Ferrugem asiática:

Segundo informações da Embrapa Soja, na safra 2005/06 a incidência da ferrugem asiática no Brasil foi constatada em praticamente todas as regiões produtoras do grão, sendo definida pelo regime de chuvas de cada área. O Centro-Oeste foi a região que apresentou os maiores problemas de ferrugem asiática no País, principalmente pelo período prolongado de chuva registrado no início da safra.

A primeira constatação de ferrugem asiática na cultura da soja em lavouras brasileiras ocorreu na safra 2001/2002 e rapidamente se espalhou pelas principais regiões produtoras do grão. O principal dano ocasionado pela doença, causada pelo fungo Phakopsora pachyrhizi, é a desfolhagem precoce da planta que impede a completa formação dos grãos e reduz a produtividade de forma drástica.

De acordo com dados da Embrapa Soja, as lavouras com ferrugem asiática podem registrar perdas de produtividade próximas a 80%, se comparadas às áreas tratadas com fungicidas. As informações são da assessoria de imprensa da Bayer CropScience.

Atenção: Para comentar esse conteúdo é necessário ser cadastrado, faça seu cadastro gratuíto.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink