BB lança produto na internet para negócios de exportação

Agronegócio

BB lança produto na internet para negócios de exportação

A nova ferramenta tem o objetivo de reduzir os riscos da variação cambial na comercialização de commodities e insumos agrícolas pelos produtores rurais
Por:
792 acessos

Rio de Janeiro - O produtor rural que faz negócio no mercado externo vai ganhar um instrumento online para a sua proteção. Ainda esta semana, o Banco do Brasil (BB) lançará no mercado um novo produto na internet. Ele é uma extensão da ferramenta do BB chamada de Termo de Moedas, e está em fase final de implementação tecnológica, disse à Agência Brasil o gerente executivo da área de Finanças da instituição, João Vagnes de Moura Silva.

O Termo de Moedas já estava online, mas apenas para pessoas jurídicas. A nova ferramenta tem o objetivo de reduzir os riscos da variação cambial na comercialização de commodities (produtos agrícolas e minerais negociados no mercado internacional) e insumos agrícolas pelos produtores rurais.

João Vagnes explicou que o produtor rural tem a necessidade de se proteger contra as variações nos preços da moeda estrangeira em que realiza seus negócios, como o dólar, principalmente. Ao vender sua mercadoria cotada em dólar, o produtor pode perder receita até o fechamento do negócio se houver, por exemplo, uma queda na taxa de câmbio.

Ao contratar o produto Termo de Moedas, “ele fica protegido dessa eventual queda na taxa de câmbio”. O termo garante a previsibilidade do fluxo do produtor, explicou. “Ele vai ficar protegido financeiramente dessas oscilações de preço do mercado”, afirmou. Com isso, o produtor pode concentrar-se apenas nos negócios e deixar de se preocupar com as oscilações de preços no futuro.

O produtor rural também poderá acompanhar todas as operações via internet. O gerente executivo do BB destacou, entre os benefícios apresentados pela nova ferramenta, a possibilidade de fazer a contratação rápida e interativa, em um ambiente seguro.

“Quando o cliente adquire autonomia para gerir e acompanhar suas operações, vai ter na própria internet um local onde possa acompanhar os seus negócios, sem intermediários. Ele pode consultar as suas posições e ter total gestão do seu negócio na tela do computador”, disse João Vagnes.

Cada operação que o produtor rural irá contratar deverá ter o valor mínimo de US$ 5 mil e sem limitação para o número de produtores que serão atendidos pelo sistema online. “A ideia é massificar a ferramenta”, afirmou.

Atenção: Para comentar esse conteúdo é necessário ser cadastrado, faça seu cadastro gratuíto.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink