Bem-Estar Animal na pecuária brasileira
CI
Imagem: Marcel Oliveira
PROJETO

Bem-Estar Animal na pecuária brasileira

Projeto premia soluções inovadoras para o bem-estar de bovinos de corte
Por:

Phibro Saúde Animal, BE.Animal, Associação Brasileira das Indústrias Exportadoras de Carnes Industrializadas (ABIEC), Athenagro, Notícias do Front e mais de 70 empresas dos vários segmentos e entidades de classe ligadas ao agronegócio e, particularmente, à pecuária, convidam pessoas que atuam na cadeia produtiva de bovinos de corte ao movimento "Desafio da Pecuária Responsável", que em sua primeira edição tem como tema "o Bem-Estar Animal na Pecuária Brasileira”. O projeto começa em 30 de julho de 2021 e terminará em junho de 2022 com a escolha da melhor proposta de bem-estar animal, que receberá prêmio de R$ 15 mil.

"Bem-estar animal é um tema premente, que ganha cada vez mais visibilidade e relevância não só no ambiente produtivo, mas em todos os elos da cadeia da carne, chegando aos consumidores. Estes têm adquirido novos hábitos e feito exigências diretamente relacionadas à origem dos alimentos e às responsabilidades ambiental e social. A Phibro acredita que as pessoas são agentes de transformação essenciais para avançar nesses temas. Por isso, nesse desafio, a proposta é incentivar a cadeia a melhorar continuamente o bem-estar e o conforto dos animais, de forma alinhada aos preceitos da sustentabilidade.", afirma Ivan Fernandes, diretor de marketing e serviços técnicos da Phibro Saúde Animal para a América do Sul

O Desafio da Pecuária Responsável consiste na elaboração, por parte dos participantes, de projetos executáveis e aplicáveis que suportem as regras do bem-estar animal, envolvendo nutrição, saúde, ambiente e conforto, comportamento e saúde mental.

As inscrições vão de 30 de julho a 15 de outubro de 2021 em www.pecuariaresponsavel.com.

No site, também estão o regulamento completo e todas as informações sobre o projeto e o passo a passo para participação. O processo inclui seleção das iniciativas inscritas e seu desenvolvimento através da curadoria do Instituto BE.Animal. A apresentação dos finalistas e a escolha da melhor proposta acontecerá durante o "Workshop da Pecuária Responsável", em junho de 2022.

Curadoria do Instituto BE.Animal

A construção de uma pecuária responsável é colaborativa. Além da Phibro, uma das mais importantes indústrias de saúde e nutrição animal do mundo, os projetos inscritos terão curadoria do Instituto BE.Animal, que tem como princípio a construção de uma nova abordagem para a pecuária brasileira, mobilizando e agindo em benefício do equilíbrio entre o homem, o animal e o meio ambiente.

“A preocupação com o bem-estar dos animais é crescente, mobilizando cientistas, técnicos e produtores para o desenvolvimento e a implementação de técnicas de criação e manejo que tenham em conta o conforto dos bovinos”, afirma o prof. dr. Mateus Paranhos, da Universidade Estadual Paulista (Unesp) e do Instituto BE.Animal, responsável pela curadoria do projeto “Desafio da Pecuária Responsável”. “Estamos seguros de que ações nesse sentido têm potencial para melhorar também os resultados produtivos e a qualidade dos produtos, assegurando maior vitalidade econômica à atividade pecuária, além de contribuir para a manutenção de comunidades saudáveis e um ambiente equilibrado.”

Associação Brasileira das Indústrias Exportadoras de Carnes Industrializadas (ABIEC) Athenagro e Notícias do Front Outros unem-se ao projeto “Desafio da Pecuária Sustentável” dando-lhe mais robustez e representatividade.

A Associação Brasileira das Indústrias Exportadoras de Carnes Industrializadas reúne 32 empresas responsáveis por 92% da carne exportada para mais de 150 países e tem sólida atuação na defesa dos interesses do setor exportador de carne bovina.

“A pecuária brasileira vem passando por profundas transformações, investindo de forma constante na melhoria de processos, na adoção de novas tecnologias e no fomento de uma produção que alie cada vez mais segurança, bem-estar animal, sanidade, maior eficiência no uso de recursos e a preservação ambiental. Todos esses elementos reunidos resultam em uma carne de altíssima qualidade, que atende aos mercados consumidores mais exigentes do mundo. Não à toa, em 2020 batemos o recorde de exportações, com mais de US$ 8 bilhões em receita. Além das conquistas obtidas nos últimos anos, temos muito ainda a evoluir e, nesse sentido, o Desafio da Pecuária Responsável é uma iniciativa de suma importância ao estimular o desenvolvimento de projetos que busquem solucionar algumas das missões do hoje e do amanhã. O Brasil já é um dos principais fornecedores de alimentos para o mundo e sua importância deve crescer ainda mais nos próximos anos. Temos o dever de seguir produzindo com responsabilidade, respeitando os recursos naturais e garantindo ao mundo um produto de excelência, com a qualidade que fez da carne brasileira uma das mais valorizadas do mundo. Para isso, a inovação é parte do cardápio principal”. Assinala Antônio Jorge Camardelli, presidente da ABIEC.

A Athenagro Consultoria participa com sua experiência na atividade, conquistada também a partir de importantes iniciativas, como o Rally da Pecuária, expedição realizada anualmente para conhecer, in loco, a realidade da pecuária nacional.

“É de extrema importância participar de iniciativas como o ‘Desafio da Pecuária Responsável’, liderado pela Phibro”, destaca Maurício Palma Nogueira, sócio-diretor da Athenagro. “Nós vivemos um momento de muita desinformação em relação à pecuária e precisamos esclarecer a realidade da produção no campo e o que significa uma pecuária responsável. Uma das premissas é o bem-estar animal. Não se consegue bom desempenho do animal se não houver cuidado com o bem-estar, que tem a ver com a sustentabilidade e dará retorno econômico. A produção da carne, principalmente a brasileira, agregou muita coisa boa para o consumidor de proteína de bovinos. Com a produção sustentável, nós vamos conseguir atender à demanda de forma mais eficiente.”

Notícias do Front defende que o resultado produtivo deve ser visto não apenas como a finalidade da cadeia, mas seu único objetivo possível, visando resultados financeiros positivos e sustentáveis. O portal é assinado pelo médico veterinário e pecuarista Rodrigo Albuquerque.

“A sociedade cobra da pecuária uma remodelagem em direção à sustentabilidade. Certamente, esse processo passa por aumento de produtividade, mas isso não basta. Precisamos entregar sustentabilidade. Por isso, a pecuária precisa de quatro pilares, que são as responsabilidades animal, sanitária, social e ambiental. Produção e conservação ambiental são parceiros e não inimigos. Sem esse raciocínio, não vamos longe”, destaca Rodrigo Albuquerque. “Falar de bem-estar animal é bom não só para o animal, mas para o nosso bolso e para a alma.”

A importância do projeto Desafio da Pecuária Responsável e o foco em bem-estar animal atraem mais de 80 empresas dos vários segmentos da cadeia da carne bovina e entidades de classe que defendem os mesmos princípios de sustentabilidade. Entre as entidades apoiadoras do projeto, estão a Associação Brasileira das Indústrias de Suplementos Minerais (Asbram), a Associação Brasileira de Angus, a Associação Brasileira Marketing Rural e Agronegócios (ABMRA), a Associação Nacional dos Confinadores (Assocon) e a Instituto Mato-Grossense da Carne (Imac).

Os demais apoiadores são Agrivett, Agro in Blue, Agro Norte, Agroceres, Agropastoril Paschoal Campanelli, Aliança Rural, Beckhauser, Belgo Bekaert Arames, BigSal, Biogénesis Bagó, Boitel Chaparral, Bovexo, Campanário, Cara Preta, Cargill, CCPRMG, Cia. do Sal, Coimma, Comigo, Complem, Confinamento São Lucas, Cooprata, Costa e Costa, De Heus, Distribuidora Rebanho, Donato União Suplementação, EMA, Facholi, Fazenda Orvalho das Flores, FMX Consultoria, Fortuna Nutrição Animal, Fortuna Nutripontes, Friboi, Frima, Gesta UP, Grupo Avante, Grupo Brilhante, Guarantã Distribuição, Infinity, LFPEC, Mauricio Lerro, Maximus Agronegócio, Minerphos, MFG Agropecuária, Minerva, Multitrato, Na Fazenda, Nutrali, Nutrane, Nutrepampa, Nutri Star, Nutribeef, Oestevet, PNI Dispra, Potensal, Premix, Primato, Prodap, Qualitas Melhoramento Genético, Rações Futura, Rações RGL, Radar Mix, Rehagro, Revista Feed&Food, Revista Rural, Rico, Rural Agro Soluções, Target Nutrição Animal, Terra Desenvolvimento Agropecuário, Total Insumos, Trouw Nutrition e Vitasal.

"O cuidado com os animais sempre foi nosso propósito. Nesse sentido, acreditamos que as pessoas são instrumentos de mudança. Por meio do Desafio da Pecuária Responsável, pretendemos conectar a pecuária e proporcionar estratégias sustentáveis. Este é um movimento de protagonismo e convidamos toda a cadeia produtiva a se unir e mostrar ao mundo como é possível produzir carne de forma responsável", comenta Ivan Fernandes.

Para inscrições de projetos e mais informações sobre o Desafio da Pecuária Responsável, acesse: www.pecuariaresponsavel.com.


Atenção: Para comentar nesta página é necessário realizar o seu cadastro gratuíto ou entrar.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink

Usamos cookies para armazenar informações sobre como você usa o site para tornar sua experiência personalizada. Leia os nossos Termos de Uso e a Privacidade.