Bertin espera exportar 60% mais este ano

Agronegócio

Bertin espera exportar 60% mais este ano

O frigorífico espera ampliar em 60% as exportações de carne bovina in natura
Por: -Alda do Amaral Rocha
7 acessos
O frigorífico Bertin, que acaba de obter a certificação Eurepgap Ifa para seu confinamento de gado em Guaiçara (SP), espera ampliar em 60% as exportações de carne bovina in natura este ano. Em 2006, a empresa exportou 135 mil toneladas do produto (no ano anterior foram 124 mil toneladas), mesmo com as restrições impostas por alguns países ao Brasil por causa de focos de aftosa em outubro de 2005. A receita com os embarques de carne in natura - que foi de R$ 750 milhões ano passado - também deve ter aumento expressivo, de 53%, projeta a companhia.


A previsão para este ano - de alcançar 216 mil toneladas - se sustenta principalmente na expectativa de que a União Européia retomará as compras de carne de São Paulo, do Mato Grosso do Sul e do Paraná e que o Chile também voltará a importar o produto brasileiro, diz o diretor de mercado externo da Bertin Alimentos, Marco Bicchieri. Tanto o bloco quanto o Chile embargaram o produto por causa da aftosa. "Até abril, maio, a UE deve reabrir o mercado", prevê.
Atenção: Para comentar esse conteúdo é necessário ser cadastrado, faça seu cadastro gratuíto.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink