Bertone descarta manipulação em leilão de café

Agronegócio

Bertone descarta manipulação em leilão de café

Ao contrário da operação que ocorreu uma semana antes, quando o prêmio subiu mais de 500%, praticamente não houve ágio
Por:
158 acessos

O secretário de Produção e Agroenergia do Ministério da Agricultura, Manoel Bertone, considerou que o leilão de três lotes de café arábica, realizado anteontem pela Companhia Nacional de Abastecimento (Conab), foi um sucesso. Ao contrário da operação que ocorreu uma semana antes, quando o prêmio subiu mais de 500%, praticamente não houve ágio nas negociações de ontem e há quem acredite até numa combinação de preços por parte dos participantes do leilão.

"Se houve combinação, por que não fizeram o acerto para o primeiro leilão", questionou.

Para o secretário, a operação foi bem-sucedida porque não há notícia de nenhum produtor que tenha tentado acessar o lote e não tenha conseguido. "Apenas o produtor que tentou comprar e não comprou é que tem direito a reclamar", argumentou.

Bertone explicou que, internamente, há no ministério uma avaliação de que a corrida vista no leilão da semana passada é que foi exagerada e que os participantes deveriam ter desistido antes do produto, cujo prêmio acabou sendo comercializado a R$ 9,5015 a saca de 60 quilos, fora as taxas de corretagem. "Há a análise de que os participantes ficaram loucos, que entraram no leilão e não terão resultado. O leilão da semana passada é que foi anormal: por que comprar a R$ 10,00 se eu posso comprar a R$ 1,50", questionou.

O secretário explicou que o valor ofertado pelo governo já é o considerado o minimamente justo e que esta não foi a primeira vez que um leilão de opções terminou com o prêmio próximo do valor de partida. "Isso também ocorreu em 2002", comparou. "Mas se vão com muita sede ao pote, é insanidade", continuou. Ele ressaltou ainda que a diferença de comportamento do primeiro leilão para o de ontem pode estar relacionado à data de vencimento. O primeiro lote vencerá em novembro deste ano e os outros três leiloados ontem expiram em janeiro, fevereiro e março de 2010. "Os produtores não estarão com tanto café na ocasião", disse.


Atenção: Para comentar esse conteúdo é necessário ser cadastrado, faça seu cadastro gratuíto.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink