BH: PAA no estado recebe mais de R$ 15 milhões em 2020
CI
Imagem: Nadia Borges
PAA

BH: PAA no estado recebe mais de R$ 15 milhões em 2020

Conab pôde contratar 155 projetos apresentados por associações e cooperativas para participar do PAA
Por:

Com mais de R$ 15 milhões em investimentos na agricultura familiar baiana em 2020, a Companhia Nacional de Abastecimento (Conab)  pôde contratar 155 projetos apresentados por associações e cooperativas para participar do Programa de Aquisição de Alimentos (PAA). Este está entre os cinco maiores orçamentos já operados pelo Conab no estado.

As contratações contemplaram 2,3 mil pequenos agricultores, desse total 89,43% são mulheres, vinculados a associações e cooperativas localizadas em 60 municípios baianos. Assinados na modalidade de Compra com Doação Simultânea (CDS), as operações permitirão, ao longo deste ano, a doação de 5,8 mil toneladas de alimentos a aproximadamente 171 mil pessoas em situação de risco alimentar e nutricional atendidas por entidades assistenciais da Bahia.

Demais ações - Além do apoio aos agricultores familiares a Companhia também executou a Política de Garantia de Preços Mínimos para os Produtos da Sociobiodiversidade (PGPM-Bio). Por meio da política, a Conab remunerou 10 extrativistas de piaçava com o pagamento chegando a R$ 31.814,00. O valor se refere à subvenção de 32 toneladas do produto que foram comercializadas abaixo do valor mínimo estabelecido pelo governo federal.

Já o Programa de Vendas em Balcão (ProVB) comercializou cerca de 2,2 mil toneladas de milho em grãos no atendimento a pequenos criadores de animais em 46 municípios. A operação beneficiou 354 famílias baianas, que tiveram acesso ao cereal a preços compatíveis com os praticados em pregões públicos ou com os dos mercados atacadistas locais, gerando uma receita na ordem de R$ 1,9 milhão.

Outra ação desenvolvida pela Conab visando o atendimento a pessoas em risco alimentar e nutricional foi a distribuição de cestas de alimentos por meio da Ação de Distribuição de Alimentos (ADA) e de atendimento emergencial às medidas de enfrentamento da pandemia do coronavírus. Ao  todo, foram entregues  aproximadamente 117 mil cestas de alimentos  por meio de convênios com o Ministério da Cidadania (MC) e com o Ministério da Mulher, da Família e dos Direitos Humanos (MMFDH), superando mais de 2,2 mil toneladas de alimentos doados para povos tradicionais como quilombolas e indígenas em situação de risco nutricional e para mulheres em situação de risco de violência doméstica agravada pela COVID-19.


Atenção: Para comentar nesta página é necessário realizar o seu cadastro gratuíto ou entrar.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink