Bienal da agricultura será lançada em Cuiabá

Agronegócio

Bienal da agricultura será lançada em Cuiabá

O primeiro ocorreu no dia 29 de junho em Goiânia, o segundo dia 30 em Campo Grande e o lançamento nacional foi na semana passada em Brasília
Por:
837 acessos
Com o tema "O futuro do agronegócio no Brasil Central" a 4ª edição da Bienal dos Negócios da Agricultura será realizada entre os dias 11 e 12 de agosto em Goiânia (GO). Este ano, para divulgar o evento as Federações de Agricultura e Pecuária de Mato Grosso (Famato), Goiás (Faeg), Mato Grosso do Sul (Famasul) e do Distrito Federal (Fapedf) realizam quatro lançamentos do evento nas sedes das entidades realizadoras. O primeiro ocorreu no dia 29 de junho em Goiânia, o segundo dia 30 em Campo Grande e o lançamento nacional foi na semana passada em Brasília. Neste quinta-feira (14) a Bienal será lançada em Cuiabá, onde as três primeiras edições aconteceram, organizadas exclusivamente pela Famato. A partir deste ano, são realizadores também a Faeg, Famasul e Fapedf.


De acordo com o presidente do Sistema Famato, Rui Prado, o principal objetivo do encontro é ampliar as discussões pertinentes ao agronegócio e relacionadas à região central do país. O evento reunirá palestrantes renomados do agribusiness nacional e representantes do setor produtivo dos 3 estados e Distrito Federal, com a finalidade de fortalecer o setor e demonstrar o potencial de crescimento da atividade na região Centro-Oeste.

Entre os enfoques a serem abordados estão os relacionados aos sistemas de produção, tais como a integração de programas consorciados com o processos produtivos tradicionais, os quais permitem a realização de mais de uma safra por ano e as demandas de mercado geradas a partir da "Revolução Verde". Também serão tratados temas relacionados ao ambiente de negócios, como a reforma tributária, o sistema de crédito e os modelos de negócios que se ajustam ao Brasil Central.


O evento terá a presença de lideranças e parlamentares do setor do agronegócio e se destina a produtores rurais, filhos de produtores, técnicos, pesquisadores, lideranças empresariais, fornecedores e distribuidores das cadeias produtivas do agronegócio. O público estimado é de mais de 800 participantes.

O diretor de Relações Institucionais da Famato, Rogério Romanini, participou do lançamento em Goiânia e destacou a importância do tema para os produtores. Segundo ele, este evento é a oportunidade de saber um pouco mais sobre o potencial agrícola do Brasil Central, assim como visualizar o cenário macroeconômico e a demanda mundial por alimentos e bicombustíveis. Neste contexto, a Famato, assim com as outras entidades, têm a missão de fortalecer e disseminar informações importantes e pertinentes aos produtores para que eles permaneçam na atividade, gerando emprego e renda para o país.


A Federação da Agricultura e Pecuária de Mato Grosso é a entidade que reúne e representa os sindicatos rurais de todo Estado. Sua estrutura organizacional inclui ainda o Instituto Mato-grossense de Economia Agropecuária (Imea) e o Serviço Nacional de Aprendizagem Rural de Mato Grosso (Senar-MT), entidades que constituem o Sistema Famato.

Atenção: Para comentar esse conteúdo é necessário ser cadastrado, faça seu cadastro gratuíto.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink