Biocombustíveis serão importantes para eletromobilidade

FUTURO

Biocombustíveis serão importantes para eletromobilidade

"Para que esse cenário ocorra, deverá haver arranjos legais e regulatórios robustos"
Por: -Leonardo Gottems
218 acessos

Receba Notícias como esta por email

Cadastre-se e receba nossos conteúdos gratuitamente
Obrigado por se cadastrar
  • Enviamos a você um email de boas vindas para ativação de seu cadastro.

Um estudo realizado pela Empresa de Pesquisa Energética (EPE) indicou que os biocombustíveis serão fundamentais para a transição para a eletromobilidade. De acordo com a pesquisa, os biocombustíveis em veículos flex fuel e a tecnologia stop/start em veículos ICE, ou híbridos, terão uma grande funcionalidade para diminuir os danos causados pela emissão de gases de efeito estufa (GEE). 

“Diante dos desafios a serem superados pelas tecnologias veiculares híbridas e elétricas, considera-se que o cenário de referência se caracteriza por uma entrada modesta da eletromobilidade no Brasil. Assim, o cenário de referência apresenta uma dinâmica de coexistência robusta de veículos a ICE e HEV (com vantagem para ICE devido às faixas de preços da maior parte dos modelos) e de resiliência robusta do ICE em relação ao PHEV e ao EV”, diz o relatório. 

Os especialistas afirmam que têm certeza de que a indústria automotiva será diferente e se voltará, exclusivamente, para veículos elétricos ou limpos, ou seja, aqueles que não agridem o meio ambiente. No entanto, eles não sabem ao certo quando que isso irá ocorrer, mesmo que o período de transição já tenha sido iniciado. 

“No caso do cenário alternativo, os desafios seriam superados mais rapidamente do que o previsto com as informações disponíveis, havendo uma inequívoca aceleração da entrada da eletromobilidade após 2030 e a substituição plena dos veículos até 2045. No entanto, ara que esse cenário ocorra, deverá haver arranjos legais e regulatórios robustos (eventualmente, com banimento dos ICE), políticas públicas consistentes e incentivos significativos para a adoção da eletromobilidade”, conclui. 

Atenção: Para comentar esse conteúdo é necessário ser cadastrado, faça seu cadastro gratuíto.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink