Biogénesis Bagó contribui com o Programa Amigo do Carroceiro com doação de antiparasitário

Agronegócio

Biogénesis Bagó contribui com o Programa Amigo do Carroceiro com doação de antiparasitário

UDESC programa atende famílias carentes que utilizam cavalos na tração de carroças para coleta de materiais recicláveis
Por:
259 acessos

A Biogénesis Bagó, uma das empresas líderes na América Latina na produção de soluções para a saúde animal, contribuiu o Programa Amigo do Carroceiro, iniciativa do Centro de Ciências Agroveterinárias (CAV), da Universidade do Estado de Santa Catarina (UDESC), em Lages (SC), com doação do antiparasitário para equinos Fortium, desenvolvido pelo laboratório. O projeto é voltado para o cuidado com a saúde e o bem-estar dos cavalos usados na tração de carroças e visa proporcionar melhores condições de vida e trabalho às famílias que usam os veículos para coleta de materiais recicláveis como fonte de renda.

Para o coordenador do programa, Professor Doutor Joandes Henrique Fonteque, o uso de um antiparasitário que apresente em sua composição ivermectina e praziquantel, como é o caso do Fortium, é uma opção terapêutica positiva para o grupo de animais que o Programa Amigo do Carroceiro presta assistência “São equinos mestiços que estão expostos constantemente a fatores de risco para o desenvolvimento de infestações por parasitos dos mais diversos tipos, principalmente, os que acometem o sistema gastrintestinal, como os estrongilídeos e os cestodeos. Nestes casos, os princípios ativos que compõem o produto são comprovadamente eficientes em condições adequadas de uso”, explica Fonteque.

Segundo o professor, o controle adequado das endoparasitoses é uma peça fundamental para a manutenção da qualidade de vida dos equinos de carroceiros, pois os animais manterão seu peso corporal adequado, aproveitarão melhor o alimento oferecido, tendo mais força e resistência para desenvolver as atividades a qual são destinados. “Com isso haverá maior satisfação por parte do proprietário que, por consequência, terá mais zelo e capricho com o animal” completa.

A ideia da parceira entre a Biogénesis Bagó e o Programa Amigo do Carroceiro surgiu após a realização da palestra “Controle Estratégico de Carrapatos”, que ocorreu em junho na UDESC, com o médico veterinário Marcos Rosniecek, formado pelo CAV/UDESC e atual coordenador de território da Biogénesis Bagó. “Como ele já conhecia o Programa desde a graduação, acreditou ser oportuna tal ação, perante a missão e os valores que ambas defendem, principalmente por oferecer melhor qualidade de vida para os animais que realizam função de tração”, explica.

Para o coordenador do Programa, o apoio da uma empresa como a Biogénesis Bagó trará inúmeros benefícios, dentre eles, a maior credibilidade perante as agências de fomento, a sociedade e na própria instituição, fazendo que ocorra o fortalecimento e o aumento do alcance das ações. “Para a comunidade externa, representada pelos carroceiros, culmina com a melhoria das condições de bem-estar dos equinos. Já os acadêmicos do curso de Medicina Veterinária poderão constatar a efetividade dos produtos da empresa, podendo posteriormente utilizá-los em sua atuação profissional”, enfatiza.

O Amigo do Carroceiro foi implantado em 2002, convertido no início do ano de 2010 em Programa de Extensão. No início, o Projeto atendia somente 20 carroceiros cadastrados e atualmente são mais de 440. Além de atendimentos clínicos aos equinos de tração dos carroceiros da cidade de Lages, o projeto oferece o acompanhamento médico preventivo e odontológico para as famílias, que também participam de um programa educacional sobre trânsito e cuidados ambientais, recreação e noções básicas de higiene.

Os equinos atendidos são submetidos a exames clínicos, controle parasitológico, exames complementares, casqueamento e ferrageamento corretivos, além da distribuição ração e sal mineral. Os acadêmicos promovem aos assistidos palestras com informações básicas a respeito dos cuidados, do manejo e alimentação dos animais, visando evitar casos de doenças e maus tratos, que possam gerar incapacidade dos animais para o trabalho.


Atenção: Para comentar esse conteúdo é necessário ser cadastrado, faça seu cadastro gratuíto.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink