Biotecnologia agrícola argentina abre mercado na China
CI
Agronegócio

Biotecnologia agrícola argentina abre mercado na China

Acordos regulatórios permitem a exportação de sementes
Por: -Leonardo Gottems

O secretário de Agricultura, Pecuária e Pesca da Argentina, Carlos Casamiquela, liderou uma missão comercial à China buscando posicionar o país vizinho como provedor global de biotecnologia e valor agregado. O objetivo foi fechar acordos para marcos regulatórios que permitam a exportação de sementes e abram novas perspectivas para a agroindústria argentina.


O país sul-americano já conta com 30 eventos biotecnológicos aprovados e 20 na fila de espera. Ocupa o terceiro lugar no ranking global de países produtores de cultivos geneticamente modificados, e pretende se projetar como uma das nações líderes em produção de sementes com valor agregado.


A comitiva, que também contou com a presença de representantes do setor sementeiro, buscou ainda ampliar a diversidade das cultivares comercializadas com a China. Também esteve na pauta agilizar o intercambio de germoplasma para os projetos de investigação e desenvolvimento integrados por empresas de ambos países. 

Atenção: Para comentar nesta página é necessário realizar o seu cadastro gratuíto ou entrar.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink