Boi: Relação boi/bezerro preocupa confinadores
CI
Agronegócio

Boi: Relação boi/bezerro preocupa confinadores

Entre 10 e 17 de setembro, o Indicador do bezerro Esalq/BM&F recuou 1,2%, fechando a R$ 722,09 nessa quarta-feira
Por: -Renata
O preço do bezerro segue com pequenos recuos, devido à diminuição da procura neste período de estiagem. Ainda assim, a relação de troca tem preocupado confinadores. Com base nas médias à vista do boi e do bezerro em São Paulo, a relação nessa terça-feira, 16, foi de 1,99 bezerro por boi de 16,5 arrobas - há um ano, era de 2,12 bezerros. Entre 10 e 17 de setembro, o Indicador do bezerro Esalq/BM&F (animal nelore, de oito a 12 meses, MS, à vista – CDI) recuou 1,2%, fechando a R$ 722,09 nessa quarta-feira – queda de 1,94% no acumulado do mês. Para o boi gordo, o Indicador Esalq/BM&F (à vista, estado de São Paulo – CDI) fechou a R$ 87,45, recuo de 1,2% em relação à quarta anterior e de 3,22% na parcial do mês. A pressão veio da oferta de animais de confinamento e, consequentemente, do alongamento das escalas, principalmente nos frigoríficos que haviam comprado antecipadamente ou que têm confinamentos próprios. As informações são da assessoria de imprensa do Cepea.

Atenção: Para comentar nesta página é necessário realizar o seu cadastro gratuíto ou entrar.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink

Usamos cookies para armazenar informações sobre como você usa o site para tornar sua experiência personalizada. Leia os nossos Termos de Uso e a Privacidade.