Boi gordo: começo de semana pressionado
CI
Imagem: Marcel Oliveira
PECUÁRIA

Boi gordo: começo de semana pressionado

Boi gordo ficou cotado em R$290,00/@, preço bruto e à vista, segundo levantamento da Scot Consultoria
Por:

Em São Paulo, na última segunda-feira (16/11), o boi gordo ficou cotado em R$290,00/@, preço bruto e à vista, segundo levantamento da Scot Consultoria. Com a suspensão das compras pelos frigoríficos de maior porte desde a última quinta-feira (12/11), as cotações ficaram estáveis na comparação diária.

As cotações das fêmeas também estão estáveis desde 13/11. A vaca gorda está cotada em R$270,00/@, preço bruto e à vista, R$269,50/@ com desconto do Senar e R$ 266,00/@ com desconto do Senar e Funrural, também nas mesmas condições. 

Já em Mato Grosso do Sul, as ofertas de compra caíram. Na região de Campo Grande, a cotação do boi gordo caiu 1,4% ou R$4,00/@, comparado à última sexta-feira (13/11) e ficou em R$276,00/@, preço bruto e à vista, R$275,50/@ com desconto do Senar e R$272,00/@ com desconto do Senar e Funrural 

Na região de Dourados, o preço caiu 2,3% e o boi gordo ficou cotado em R$278,00/@, preço bruto e à vista. Na região de Três Lagoas, cuja cotação também caiu, o preço é o mesmo que o da região de Dourados.

Depois de semanas de constantes altas a queda na última segunda-feira foi reflexo da saída gradual de frigoríficos das compras. A oferta de boiadas continua restrita e as exportações de carne bovina in natura com a maior média diária exportada já observada na série histórica. Os compradores enfrentam dificuldade em compor as escalas de abate. 


Atenção: Para comentar nesta página é necessário realizar o seu cadastro gratuíto ou entrar.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink