Boi gordo: mercado firme e forte
CI
Imagem: Marcel Oliveira
Boi

Boi gordo: mercado firme e forte

A dificuldade em manter as programações de abate fez com que os frigoríficos paulistas ofertassem preços maiores
Por:

A dificuldade em manter as programações de abate (entressafra) fez com que os frigoríficos paulistas ofertassem preços maiores na última quinta-feira (4/6). Em São Paulo, o boi gordo voltou a bater nos R$200,00/@, à vista, sem desconto de impostos. Descontando a alíquota do Senar o preço é R$199,50/@. Livre de Funrural e livre do Senar a cotação é de R$197,00/@.

A alta na comparação feita dia a dia foi de R$5,00/@. A oferta escassa de animais terminados, o forte ritmo das exportações e as escalas de abate enxutas explicam esse cenário. Os frigoríficos exportadores estão a todo vapor e para as boiadas que atendem aos requisitos do mercado chinês, animais jovens de até trinta meses, há ofertas de compra de até R$7,00/@ acima da referência. A oferta restrita de boiadas é a tônica na maior parte das regiões monitoradas pela Scot Consultoria.


Atenção: Para comentar nesta página é necessário realizar o seu cadastro gratuíto ou entrar.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink

Usamos cookies para armazenar informações sobre como você usa o site para tornar sua experiência personalizada. Leia os nossos Termos de Uso e a Privacidade.