Bom desempenho dos ovos não repôs o aumento verificado no milho

Agronegócio

Bom desempenho dos ovos não repôs o aumento verificado no milho

Quase encerrando o difícil ano de 2016 a avicultura conviveu com grandes desafios que colocaram em cheque a sobrevivência de muitas empresas
Por:
330 acessos

Quase encerrando o difícil ano de 2016 a avicultura conviveu com grandes desafios que colocaram em cheque a sobrevivência de muitas empresas. As matérias-primas, essencialmente milho, afetaram fortemente a capacidade das empresas avícolas em produzir alimento nobre e barato para a população brasileira. Principalmente, em ano de crise econômica e forte desemprego.

A avicultura de corte ainda tenta se recuperar dos grandes e graves prejuízos absorvidos no decorrer do ano. Embora tenha alcançado um crescimento próximo de 11% no frango vivo, o milho, sua principal matéria-prima, aumentou 52%.

A avicultura de postura comercial teve desempenho melhor e alcançou evolução de 27% em relação ao mesmo período do ano anterior. Mesmo assim, é praticamente a metade do aumento verificado em sua matéria-prima básica.

As indicações são de melhores perspectivas para o próximo ano. Não que vá haver crescimento de consumo ou que a economia vá melhorar instantaneamente. 

Pelo menos para a avicultura de corte e postura comercial o cenário indica produção suficiente e preço mais acessível para o milho. Assim, será possível ter alimentos – frangos e ovos – a preços que favoreçam o produtor e consumidor.


Atenção: Para comentar esse conteúdo é necessário ser cadastrado, faça seu cadastro gratuíto.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink