Bovinos e bubalinos para abate registram alta de preço
CI
Agronegócio

Bovinos e bubalinos para abate registram alta de preço

Em vigor a nova pauta de valores para cobrança de ICMS do grupo gado bovino e bubalino para abate
Por:
Entrou em vigor, na última sexta-feira, a nova pauta de valores referenciais para cobrança de ICMS do grupo gado bovino e bubalino para abate. Levantamento da Coordenação de Pesquisa Mercadológica da Gerência de Informações Econômico-Fiscais (Gief), da Secretaria da Fazenda, revela que o gado bovino e bubalino para abate registrou aumento de preço.

O gado bovino fêmea para abate, de 13 a 24 meses, passou de R$ 1.156,67 para R$ 1.188,53 a cabeça, aumento de 2,75%, enquanto o macho de mesma idade passou de R$ 1.826,97 para R$ 1.885,50 a cabeça, alta de 3,20%. O gado bubalino para abate fêmea, de 25 a 36 meses, passou de R$ 1.139,19 para R$ 1.165,45 a cabeça, com aumento de 2,31%, enquanto o macho de mesma idade passou de R$ 1.800,14 para R$ 1.849,72 a cabeça, com aumento de 2,75%. Em geral, o aumento médio de todo o grupo foi de 2,75%.

A nova pauta consta na Instrução Normativa nº 006/14 da SRE, publicada no Diário Oficial do Estado (DOE) de quinta-feira, e no site da Sefaz www.sefaz.go.gov.br no menu serviços - pauta de valores referenciais do ICMS – consulta – demais mercadorias por grupo.

Atenção: Para comentar nesta página é necessário realizar o seu cadastro gratuíto ou entrar.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink