Bovinos têm bom desempenho no MT
CI
Agronegócio

Bovinos têm bom desempenho no MT

Volume de bovinos abatidos até setembro deste ano subiu 6%
Por:
Volume de bovinos abatidos até setembro deste ano subiu 6% em Mato Grosso, em comparação com igual intervalo de 2010, de acordo com a pesquisa divulgada pelo IBGE. No acumulado de 9 meses em 2011, foram abatidos 3,326 milhões de animais, contra 3,138 milhões no mesmo período do ano passado. Maior volume de abates se concentrou, a exemplo do observado com o abate de aves e suínos, no 3º trimestre, quando chegou a 1,226 milhão de cabeças, acima do 1º (1,055 milhão) e 2º (1,044 milhão) trimestres deste ano.


Em relação ao 3º trimestre de 2010, variação foi de 17,2%, considerando que na época foram abatidos 1,046 milhão de animais, consolidando assim a liderança nacional, com 16,8% do total de animais abatidos em todo o Brasil. Em seguida, figuram na lista São Paulo (11,3%), Mato Grosso do Sul (10,5%), Goiás (9,7%) e Minas Gerais (7,5%). Região Centro-Oeste teve participação de 37,2% no abate de bovinos de julho a setembro, seguida pelas regiões Sudeste (20,4%), Norte (20%), Sul (11,5%) e Nordeste (10,9%). Em todo país, o volume abatido de bovinos subiu 5,6% no 3º trimestre no comparativo com o trimestre imediatamente anterior, mas reduziu 1,7% no comparativo com o 3º trimestre de 2010. Abate de bois teve alta de 13%, enquanto o de vacas caiu 9,5%, no comparativo entre o 3º e 2º trimestres de 2011.


Mas, em Mato Grosso, o abate de fêmeas se elevou neste ano, em função da morte de pastagens, que atrapalhou a engorda dos machos conduzidos ao abate, segundo analistas do Instituto Mato-grossense de Economia Agropecuária (Imea). Para superintendente da Associação de Criadores de Mato Grosso (Acrimat), Luciano Vacari, apesar das dificuldades enfrentadas este ano, incluindo o embargo russo, a partir de junho deste ano, a operação dos frigoríficos está se normalizando. “Principalmente por causa da ampliação de mercados, como por exemplo os países do Oriente Médio”. Ele acrescenta que a partir do fortalecimento do confinamento e

semiconfinamento no Estado deve aumentar a oferta de boi gordo no mercado.

Na produção leiteira, Mato Grosso aumentou em 7,26% a quantidade de leite adquirido e industrializado neste ano, totalizando 393,865 milhões de litros no acumulado de janeiro a setembro, contra 367,192 milhões (l) no mesmo período do ano passado.

Atenção: Para comentar nesta página é necessário realizar o seu cadastro gratuíto ou entrar.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink

Usamos cookies para armazenar informações sobre como você usa o site para tornar sua experiência personalizada. Leia os nossos Termos de Uso e a Privacidade.