Brasil destina cerca de 20 mil t de embalagens vazias no 1º semestre
CI
Agronegócio

Brasil destina cerca de 20 mil t de embalagens vazias no 1º semestre

Os estados que mais destinaram foram MT, PR, SP GO e MG
Por:
Quantidade de embalagens destinadas pelo Sistema Campo Limpo é 8% maior quando comparada ao mesmo período de 2011
 
No primeiro semestre deste ano, o Sistema Campo Limpo (logística reversa de embalagens vazias de agrotóxicos), formado por agricultores, fabricantes - estes representados pelo Instituto Nacional de Processamento de Embalagens Vazias (inpEV) -, canais de distribuição e com apoio do poder público, encaminhou para o destino ambientalmente correto 19.550 toneladas de embalagens vazias de agrotóxicos que foram devolvidas nas mais de 400 unidades de recebimento em todo o país. A quantidade representa um crescimento de 8% quando comparado ao mesmo período de 2011. Os estados que mais destinaram neste período foram Mato Grosso, Paraná, São Paulo, Goiás e Minas Gerais, que juntos representam 70% do total destinado no Brasil.
 
Segundo João Cesar M. Rando, diretor-presidente do inpEV, atualmente, cerca de 94% dessas embalagens plásticas são recolhidas no pós-consumo e têm destinação correta no Brasil. Em dez anos, o Sistema Campo Limpo destinou mais de 220 mil toneladas de embalagens de agrotóxicos e sua atividade resultou em benefícios ambientais. Ele possibilitou, por exemplo, que 250 mil toneladas de CO2 equivalente deixassem de ser emitidas no meio ambiente, ganho que corresponde a uma economia de 571 mil barris de petróleo.
 

Atenção: Para comentar nesta página é necessário realizar o seu cadastro gratuíto ou entrar.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink