Brasil e Argentina discutirão comércio de farinha nesta terça

Agronegócio

Brasil e Argentina discutirão comércio de farinha nesta terça

Negociadores dos governos argentino e brasileiro e empresários de ambos países vão se reunir em Brasília
Por:
1 acessos

Negociadores dos governos argentino e brasileiro e empresários de ambos países vão se reunir nesta terça-feira (12-04), em Brasília, para discutir a velha reclamação do Brasil contra a farinha de trigo exportada pela Argentina. Os brasileiros reclamam que a taxa "das farinhas argentinas chegam a 20% de imposto nas exportações, enquanto que as farinhas misturadas só pagam 5%, e essa diferença faz com que o preço seja diferenciado", disse o adido agrícola em Brasília, Fernando Urbaniel, durante um seminário organizados pela Secretaria de Agricultura.

A reclamação brasileira é antiga e está baseada na justificativa de que os argentinos obtém vantagens sobre os produtores brasileiros, já que compram o trigo 20% mais barato que os preços do mercado internacional pelo efeito dos impostos pagos para a exportação do cereal. No entanto, quando os argentinos exportam a farinha de trigo misturada, considerada um produto elaborado, pagam somente 5% de taxa. Por isso, o Brasil quer que seja fixada uma alíquota compensatória.


Atenção: Para comentar esse conteúdo é necessário ser cadastrado, faça seu cadastro gratuíto.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink