Brasil e Chile estreitam relações para negociar genética e carne
CI
Agronegócio

Brasil e Chile estreitam relações para negociar genética e carne

Técnicos brasileiros visitam Chile e oferecem suporte
Por:
Brasil e Chile deverão estabelecer estratégias para viabilizar um programa internacional de integração comercial visando futuros negócios bilaterais de carnes premium utilizando as genéticas Simental e Simbrasil. O presidente da Associação Brasileira de Criadores das Raças Simental e Simbrasil (ABCRSS), Alan Fraga, e o presidente da Asociación de Criadores Bovinos de Chile (ACBC), Fernando Carmine, deverão encontrar-se nos dias 21 a 27 de março, reunindo criadores de ambos os países para definir uma agenda positiva. Treze pessoas devem fazer parte da Comitiva Brasileira. 

A integração comercial já começou em 2012 e saiu fortalecida após encontro das entidades na Expointer 2012. Na ocasião, Carmine ficou impressionado com o perfil de julgamento exercido pelo juiz das raças Simental e Simbrasil, Plinio Paganini Filho. O fato rendeu um contive da ACBC, entidade que congrega todas as raças bovinas do pais andino, ao técnico brasileiro para participar na 82ª Exposição Agropecuária de Temuco, realizada em novembro e uma das maiores do País. Na feira Paganini julgou seis raças de bovinos de corte: belgian blue, hereford, hereford cruza absorvente, clavel de corte chileno, aberdeen (red e black) e simental. “Observei também o trabalho de cruzamento angus x simental realizado no Chile, com avaliação dos acasalamentos. São impressionantes os produtos novilhos de 13 meses e peso de 500 quilos colocados no mercado”, comenta Plinio, que também é inspetor do Serviço de Registro Genealógico da ABCRSS. 

Para o presidente da ABCRSS, Alan Fraga, esta visita aproximou ainda mais a integração que vem sendo costurada há vários meses. “Queremos realizar uma parceria que seja produtiva para os pecuaristas dos dois países”, ressaltou Fraga. Segundo ele, a ACBC quer aplicar o conhecimento técnico de acasalamentos e uso de genética simental para melhoramento do rebanho chileno. “E isso interessa para nós”.

Fernando Carmine deseja formalizar um acordo marco de integração entre as Associações. “Com a finalidade de realizar ações conjuntas integradoras garantindo resguardo ao patrimônio genético-sanitário entre Brasil-Chile”, afirma. Sobre a ida de Fraga e a participação de brasileiros no julgamento de exposições chilenas Carmine diz que tem sido fundamental “e determinante para o País passar de um gado tradicional a um rebanho moderno de uma pecuária de precisão”.

Atenção: Para comentar nesta página é necessário realizar o seu cadastro gratuíto ou entrar.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink

Usamos cookies para armazenar informações sobre como você usa o site para tornar sua experiência personalizada. Leia os nossos Termos de Uso e a Privacidade.