Brasil e China fecham acordo para carnes


Agronegócio

Brasil e China fecham acordo para carnes

Por:
1 acessos

Depois de diversas investidas do governo brasileiro, Brasil e China, finalmente, fecharam ontem um acordo sanitário que vai permitir a venda de carnes industrializadas bovina, suína e de frango para o mercado chinês. Em troca, o Brasil se comprometeu a retirar as restrições ao ingresso de trigo, frutas e milho provenientes da China.

O acordo foi fechado durante uma reunião, no Itamaraty, coordenada pelo subsecretário para Assuntos de Integração, Econômicos e de Comércio Exterior do Ministério das Relações Exteriores, Clodoaldo Hugueney, que desde o ano passado participou de várias conversas com o governo chinês.

O secretário-executivo do Ministério da Agricultura, José Amauri Dimarzio, disse que o Brasil poderá iniciar as exportações para a China no segundo semestre. Até lá, as indústrias brasileiras estarão habilitadas.

Para o Itamaraty e o Ministério da Agricultura, o acordo é fundamental para ajudar no aumento das exportações, tendo em vista que o mercado chinês tem mais de 1 bilhão de consumidores. Entre os exportadores, existe a certeza de que os embarques de carnes bovina, suína e de aves para a China atenderão os requisitos exigidos.

O governo brasileiro já enviou à China uma lista com os nomes de 80 indústrias de carnes bovinas, 35 de aves e 30 de suínas que têm condições de se habilitar para exportar.

O Brasil está disposto a avançar no processo de retirada de barreiras às importações chinesas.


Atenção: Para comentar nesta página é necessário realizar o seu cadastro gratuíto ou entrar.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink