Brasil e Coreia do Sul discutem parcerias em reunião em SP

Agronegócio

Brasil e Coreia do Sul discutem parcerias em reunião em SP

Brasil negocia com o governo coreano a abertura do mercado de carne suína in natura
Por: -Laila Muniz
1534 acessos

O secretário de Relações Internacionais do Ministério da Agricultura, Célio Porto, afirmou na manhã desta quinta-feira (2) que as economias do Brasil e da Coreia do Sul são complementares, por isso a importância de reforçar a parceria comercial entre os dois países. “A Coreia do Sul exporta produtos de alta tecnologia e o Brasil, com grande potencial de recursos naturais, comercializa alimentos que a Coreia do Sul importa”, destaca Porto. O secretário lidera em São Paulo a terceira reunião do Comitê de Cooperação Agrícola Brasil e Coreia do Sul.

Célio Porto explica que o Brasil negocia com o governo coreano a abertura do mercado de carne suína in natura, principal item da pauta de negociações. Santa Catarina é o único estado brasileiro livre de febre aftosa sem vacinação, status reconhecido pela Organização Mundial de Saúde Animal (OIE) desde 2007. A Coreia do Sul é o terceiro maior exportador mundial de carne suína.

O secretário lembrou que mais de 100 países compram a carne nacional porque esses mercados reconhecem o princípio da regionalização para o controle de pragas e doenças. “Temos 16 mil km de fronteira com dez países e 8 mil km de costa. Com um território muito grande, é fundamental trabalharmos com a regionalização e priorizarmos os controles das fronteiras”, afirmou.

A agenda da reunião, que segue até esta sexta-feira, 3 de dezembro, inclui a cooperação na área de tecnologia de alimentos, a criação de grupos de trabalho sobre investimentos em agricultura. Além disso, será negociada a abertura do mercado coreano para a carne suína in natura e carnes suína e bovina termoprocessadas.

Exportações

Entre 2008 e 2009, as exportações dos produtos do agronegócio brasileiro para a Coreia do Sul aumentaram 840%. No ano passado, o país asiático ocupou a 10ª posição no ranking dos produtos agrícolas. Em 2009, as vendas externas do setor para esse destino somaram US$ 1,1 bilhão, 27% a mais do que o registrado em 2008. De janeiro a outubro deste ano, as exportações alcançaram US$ 1,2 bilhão. Farelo de soja, soja em grão e algodão são os principais produtos brasileiros agrícolas comercializados com a Coreia do Sul.

Atenção: Para comentar esse conteúdo é necessário ser cadastrado, faça seu cadastro gratuíto.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink